30 de November de 2021

NOTICIAS

Palestinos marcham no dia da ira contra Israel

Palestinos marcham no dia da ira contra Israel

Tel Aviv, 10 set (Prensa Latina) O exército e a polícia israelense elevaram o nível de alerta para enfrentar hoje as manifestações planejadas na Cisjordânia e na Faixa de Gaza em apoio a seis palestinos que escaparam de uma prisão neste país.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Os partidos palestinos instaram as pessoas em ambos os territórios a saírem às ruas após as orações de sexta-feira em protesto contra a ocupação e em apoio aos seus compatriotas que escaparam na última segunda-feira da prisão de Gilboa, conhecida aqui como ‘o cofre’ por causa de sua suposta inviolabilidade.

O Movimento de Resistência Islâmica (Hamas), que controla o enclave costeiro, chamou o dia de ‘O Dia da Fúria’.

As duas últimas noites assistiram a marchas em cidades como Hebron, Belém, Ramallah, Anabta, Tubas e Jenin, culminando em confrontos entre civis e tropas do estado judaico.

Enquanto os primeiros atiraram pedras, os segundos responderam com munição ao vivo e gás lacrimogêneo, de acordo com várias estações de televisão árabes.

Os seis fugitivos, cinco pertencentes à Jihad Islâmica e o sexto à Fatah, são de Jenin ou dos arredores.

As forças israelenses, portanto, invadiram várias aldeias próximas em uma operação de busca e apreensão, mas até agora sem entrar na cidade diante de avisos das milícias palestinas.

‘Se o exército de ocupação entrar (cidade de Jenin), eles encontrarão um poder de fogo significativo e dispositivos explosivos’, disse a Jihad Islâmica há dois dias.

De acordo com o Canal Israelense 12, tanto a Fatah como a Jihad Islâmica enviaram inúmeros milicianos à cidade para defendê-la contra a possível entrada das forças uniformizadas.

O chefe do escritório da Segurança Preventiva Palestina em Jenin, Muntaser Samour, informou que os militares prenderam oito pessoas esta manhã cedo, várias delas parentes dos fugitivos.

Na aldeia de Arraba, ao sul de Jenin, soldados israelenses vandalizaram a casa dos parentes de Mahmoud Ardah, um dos seis fugitivos, e prenderam três de seus irmãos.

Eles também invadiram o vilarejo de Bir al Basha, onde voltaram a reatar dois primos de Yaqoub Mahmoud Qadri, outro que deixou Gilboa.

oda/rob/vmc

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.