30 de November de 2021

NOTICIAS

O imponente Portão de Brandemburgo exibe arte e luz na Alemanha

O imponente Portão de Brandemburgo exibe arte e luz na Alemanha

Berlim, 9 de set (Prensa Latina) O Portão de Brandemburgo, verdadeiro símbolo da arquitetura monumental de Berlim, é hoje um dos espaços históricos iluminados durante o Festival das Luzes da Alemanha, programado até 12 de setembro.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

A história conta que o rei da Prússia – estado do Mar Báltico que existiu de 1701 a 1918 – Frederico Guilherme II, também conhecido como Frederico, o Grande, encomendou a construção da obra ao arquiteto Carl Gotthard Langhan entre 1788 e 1791, como símbolo da paz.

Segundo especialistas, foi o mais imponente dos 18 portões construídos para acesso a Berlim naquela época e, justamente, a construção e a decoração da estrutura mostram seu destaque como acesso ao famoso boulevard de tílias, caminho direto para o palácio dos monarcas prussianos na cidade.

O autor do seu desenho teve como fonte de inspiração a Propileia de Atenas, a antessala da Acrópole e a porta, concebida em pedra calcária, possui 12 colunas dóricas, seis de cada lado, e cinco corredores, outrora o central usado como um caminho. entrada reservada apenas para a realeza.

Em 1793, o monumento incorporou uma carruagem da deusa da paz, feita pelo escultor e artista gráfico Johann Gottfried Schadow e, quase uma década depois, o exército da França comandado por Napoleão Bonaparte invadiu a Prússia e carregou a carruagem para Paris.

Algum tempo depois, a representação do veículo simbólico puxado por quatro cavalos voltou ao seu lugar original com a transformação da divindade da paz em Vitória, a deusa romana do sucesso, após a incorporação de uma cruz de ferro, uma águia prussiana e motivos ligados à amizade e habilidade política.

Como curiosidade, a historiografia relata que a porta de entrada da cidade permanece bem no centro da capital alemã após a aprovação da Lei da Grande Berlim de 1920 e sua disposição para unir sete cidades, 59 vilas e 27 municípios àquela cidade com mais de quatro milhões de habitantes em 1930.

Entre os 70 espaços selecionados durante o festival, está também o Museu Bode, uma galeria de arte egípcia, bizantina e numismática, pertencente ao grupo Ilha dos Museus de Berlim e projetada pelo arquiteto Ernst von Ihne em estilo neobarroco do final do século XIX e início do XX.

Da mesma forma, o evento cultural contém uma programação artística e musical variada, oficinas de fotografia, dias abertos nos locais propostos e visitas guiadas onde os participantes visitam as iniciativas mais relevantes do programa de ônibus, barco ou a pé.

rgh / dgh / fav/gdc

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.