29 de November de 2021

NOTICIAS

O governo militar da Guiné busca o apoio da oposição

O governo militar da Guiné busca o apoio da oposição

Conakry, 7 set (Prensa Latina) Criticados pela União Africana, a União Europeia e vários governos do mundo, os militares que controlam a Guiné ganharam hoje o apoio de parte da oposição ao presidente deposto Alpha Condé.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

A estabilidade do chamado Comitê Nacional de Unidade e Desenvolvimento, liderado pelo tenente-coronel especial Mamady Dumbuya, no governo, é uma questão de especulação, pois o exército se recusa a apoiar o golpe no final da semana passada.

O líder do golpe insiste, através das mídias sociais, em organizar uma consulta nacional para estabelecer o método de retorno à democracia, um caminho que até agora só é conhecido por um governo de unidade nacional, de acordo com a própria descrição de Dumbuya.

Em outro relatório, soube-se que o líder do golpe instruiu as instituições judiciais a reverem os arquivos dos opositores presos para que pudessem ser libertados o mais rápido possível.

O anúncio motivou os líderes da oposição ao presidente deposto Condé, especialmente a coalizão Aliança Nacional para Alternativas e Democracia, liderada pelo ex-primeiro ministro Cellu Dalein Diallo, a apoiar os militares e exortou-os a criar instituições para liderar o país, alcançar a reconciliação nacional e impor o Estado de Direito.

jcm/msl/bm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.