1 de December de 2021

NOTICIAS

Biden para avaliar o impacto da Ida no nordeste dos EUA

Biden para avaliar o impacto da Ida no nordeste dos EUA

Washington, 7 set (Prensa Latina) O Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, visitará hoje Nova Jersey e Nova York para avaliar os danos causados pelos remanescentes do Furacão Ida naquela área, onde meia centena de pessoas morreram.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

O presidente aprovou o envio de ajuda federal a estes estados na véspera, e nesta terça-feira ele irá às cidades de Manville, Nova Jersey, e Queens, Nova York, para ver em primeira mão a destruição causada pelas fortes chuvas e enchentes da semana passada.

Grande parte do sistema subterrâneo de Nova York teve que ser fechada em meio a fortes inundações, os aeroportos da área foram fechados e milhares de residentes ficaram sem energia.

Na semana passada Biden visitou Louisiana, onde 12 pessoas foram informadas como mortas e centenas de milhares de residentes ainda estão sem energia depois que a Ida fez o aterro sanitário no domingo. Pediu ajuda às seguradoras em resposta aos relatos de algumas delas que negavam assistência, a menos que o proprietário da casa tivesse uma ordem de evacuação obrigatória.

O Ida – mais tarde rebaixado para uma tempestade tropical – fez com que os EUA aterrissassem na costa da Louisiana em 29 de agosto, apenas 16 anos após o Furacão Katrina, um dos cinco furacões mais mortais da história dos EUA.

Biden pretende melhorar sua imagem, danificada após a caótica partida das tropas norte-americanas do Afeganistão, com uma resposta eficaz à mudança climática, responsável por esta catástrofe e pelos incêndios no oeste do país, dizem os analistas.

npg/avr/bm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.