13 de August de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Celso Amorim reafirma inocência de Lula

Celso Amorim reafirma inocência de Lula

Brasília, 6 set (Prensa Latina) O ex-ministro brasileiro Celso Amorim reafirmou hoje a inocência do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, após todas as suas condenações terem sido anuladas em março, sem provas do Supremo Tribunal Federal (STF).
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

‘Lula é inocente. O resto é imaginação ou calúnia’, disse o ex-ministro da defesa durante uma entrevista com a TV 247.

De acordo com a lei e a constituição, ele argumentou, ‘todos são inocentes até prova em contrário’. E não há provas. Portanto, ele é inocente’, frisou ele.

Lembrou que todas as sanções judiciais contra o fundador do Partido dos Trabalhadores foram anuladas e que ele é, portanto, inocente, e que uma discussão sobre isso não está em jogo.

‘É um direito não ser nem Lula nem (Presidente Jair) Bolsonaro, mas é um enorme e tremendo erro neste ponto desqualificar Lula depois de tudo o que já aconteceu, todas as ações da Supremo Tribunal, que declarou nulas e sem efeito todas as acusações’, insistiu ele.

Amorim observou que ‘Lula é inocente, é inútil dizer que ele não é’. Ele é inocente!

O ex-líder trabalhista ampliou sua liderança sobre o presidente nas intenções de voto para as eleições de 2022, uma pesquisa revelada em 1 de setembro.

A pesquisa do Queast Consulting e Genial Bank, para setembro, mostrou Lula com quase metade das cédulas para governador no primeiro turno, indo para o segundo turno com Bolsonaro e também ganhando o concurso. Em cinco cenários de primeira rodada, o ex-presidente lidera com entre 44 e 47% dos votos e Bolsonaro tem entre 25% e 26%.

Em uma disputa virtual entre os dois, Lula obteria 55% dos votos e o ex-militar 30% do eleitorado.

Somente o ex-capitão do exército ganharia em um possível segundo turno contra o presidente do Senado Rodrigo Pacheco (36 a 33 por cento).

Para a pesquisa, duas mil pessoas foram entrevistadas por meio de um questionário presencial entre os dias 26 e 29 de agosto nos 27 estados.

A margem de erro é de mais ou menos 2,0 pontos e o nível de confiança é de 95 por cento.

A crescente impopularidade de Bolsonaro coincidiu com o progresso do trabalho de uma comissão do Senado que investiga o tratamento do governo da Covid-19, que até hoje já ceifou mais de 580.000 vidas e quase 21 milhões de infecções.

Por sua vez, as intenções de voto de Lula se fortaleceram desde que ele recuperou seus direitos políticos depois que um juiz do STF anulou todas as suas condenações.

mgt/ocs/bm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.