5 de December de 2021

NOTICIAS

Cartões postais de Cuba: Guardião do ocidente cubano (+ Foto)

Cartões postais de Cuba: Guardião do ocidente cubano (+ Foto)

Havana, 1 set (Prensa Latina) O Cabo de San Antonio, na província de Pinar del Río, tem em sua geografia o Farol Roncali que marca com seu sinal o extremo ocidente do arquipélago cubano.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

O nome da estrutura vem do Capitão General Federico de Roncali, que após proposta da Junta de Desenvolvimento ordenou sua construção, para agora integrar uma rede de instalações semelhantes em atividade em todo o país caribenho.

O Farol Roncali se distingue por ser capaz de levar o sinal ao navegador até 18 milhas, com uma frequência de dois sinais a cada 10 segundos, graças a uma torre cônica única de alvenaria.

Com uma história centenária, é responsável pela transmissão de mensagens luminosas, muito úteis para garantir uma viagem segura a quem prefere chegar por mar aos destinos da ilha. Reza a lenda que antes da construção do Farol de Roncali os marinheiros eram guiados por uma gigantesca árvore que crescia na zona, mas nas noites ou dias de tempestade esta referência não era visível, daí os frequentes acidentes de passagem pelo extremo oeste de Cuba.

A sua construção esteve a cargo de um grupo de especialistas chefiados por José Pérez Malo na segunda metade do século XIX, entre 1847 e 1850, com a participação de escravos e imigrantes chineses.

Milhares de navios – dos mais diversos tamanhos – navegam todos os anos pelos mares próximos à península, o que evidencia a enorme importância desta estrutura e o potencial do território para atividades náuticas e mergulho.

Meses de trabalho exaustivo levaram à conclusão da torre e da casa do faroleiro, a serem inauguradas em setembro de 1850.

Roncali está aninhado em um promontório rochoso natural que se eleva cerca de 10 metros acima do nível do mar, e construído com pedras arredondadas com mais de 25 centímetros de espessura obtidas no pico próximo ao local onde se eleva.

Este lugar da geografia cubana, testemunha de naufrágios e ações de corsários e piratas no Mar do Caribe, só poderia ser acessado pelo mar ou a pé por estradas intransitáveis e perigosas.

Por este motivo, os guardas e a guarnição não tiveram alternativa senão deslocar-se ao local em barcos.

Na década de 70 do século passado, foi implantada uma estrada que facilita o acesso ao local, favorecendo um dos destinos turísticos mais atraentes da ilha, com paisagens de singular beleza, amparadas pela biodiversidade vegetal da Península de Guanacahabibes. Das falésias próximas ao Farol Roncali é possível avistar paisagens de extraordinária beleza, graças à biodiversidade vegetal única da Península de Guanahacabibes, que foi declarada Reserva Mundial da Biosfera pela UNESCO em 1987.

ga/ool/mem/cm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.