23 de January de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Ministro da Venezuela pede a suspensão dos genocídios imperiais

Ministro da Venezuela pede a suspensão dos genocídios imperiais

Caracas, 18 ago (Prensa Latina) O Ministro das Relações Exteriores da Venezuela, Jorge Arreaza, apelou hoje à comunidade internacional para deter os genocídios imperiais, referindo-se à situação no Afeganistão após duas décadas de ocupação militar norte-americana.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Arreaza fez referência a uma análise do Instituto Samuel Robinson, que delineou o extenso registro de crimes contra a humanidade, violações maciças dos direitos humanos e massacres na nação da Ásia Central, sob o pretexto da guerra contra o terrorismo.

‘E não há perpetradores? A verdadeira comunidade internacional deve reagir. Já basta! Vamos deter para sempre os genocídios imperialistas’, enfatizou o chefe da diplomacia venezuelana na rede social Twitter.

De acordo com um tópico publicado no relato do centro de estudos do Pensamento Original, o caso do Afeganistão, devido ao seu enorme nível de virulência, impunidade e sua extensão no tempo, é um dos mais icônicos e sangrentos da história do exército ocidental intervenções no Sul Global.

A este respeito, citou números do projeto Costs of War da Brown University (EUA), que estimou que mais de 71.300 civis morreram como consequência direta da ocupação, das operações de contrainsurgência e dos bombardeios americanos.

‘Particularmente crianças, assim como mulheres, foram vítimas de ataques aéreos indiscriminados contra áreas civis, centros educacionais e vilarejos sem nenhum valor militar específico para justificá-los’, denunciou o Instituto Samuel Robinson.

A intervenção e a guerra também levaram ao deslocamento forçado de centenas de milhares de afegãos para o Paquistão, Irã e outros países adjacentes; no total, 2,7 milhões de refugiados vivem fora do país, e há, pelo menos, cinco milhões de pessoas deslocadas internamente, de acordo com a ONU.

O grupo de reflexão enfatizou que os crimes contra a população afegã cometidos pelos EUA e seus aliados, com o enorme grau de sofrimento gerado pela ocupação, deveriam ser uma lição suficiente para desmascarar o mito das ‘intervenções humanitárias’.

mem/wup/bm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.