17 de January de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Secretário da ONU pede proteção a vidas humanas no Afeganistão

Secretário da ONU pede proteção a vidas humanas no Afeganistão

Nações Unidas, 16 ago (Prensa Latina) O Secretário Geral da ONU, António Guterres, exortou hoje todas as partes em conflito no Afeganistão a exercerem a máxima contenção para proteger vidas humanas e garantir os direitos humanos.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

O mundo está acompanhando com pesar os acontecimentos no Afeganistão, vimos imagens de caos, tumulto, incerteza e medo, disse ele numa sessão de emergência do Conselho de Segurança para discutir o assunto.

Guterres disse que, primeiro, a comunidade internacional deve falar a uma só voz para defender os direitos humanos no Afeganistão e, para isso, utilizar todos os instrumentos disponíveis.

Em segundo lugar, acrescentou, devemos assegurar que o Afeganistão nunca mais seja utilizado como plataforma ou porto seguro para organizações terroristas.

A este respeito, ele convidou os membros do Conselho de Segurança a se unirem, trabalharem e agirem juntos, e usarem os elementos à disposição para reprimir a ameaça terrorista global no Afeganistão e garantir o respeito aos direitos humanos básicos.

‘Independentemente de quem detém o poder, estes dois princípios fundamentais, nos quais nosso mundo tem um interesse tão profundo e permanente, devem ser defendidos’.

A ONU está empenhada em apoiar os afegãos, mantém seu pessoal e escritórios em áreas agora sob o controle do movimento talibã e estou aliviado por eles relatarem que, em grande medida, o pessoal e essas instalações foram respeitados, relatou ele.

A esse respeito, ele pediu respeito pela integridade e inviolabilidade dos enviados diplomáticos e locais.

A crise humanitária no Afeganistão afeta 18 milhões de pessoas, metade da população do país, e o conflito forçou centenas de milhares a fugirem de suas casas, lembrou ele.

Cabul, a capital, sofreu um grande afluxo de deslocados internos das províncias de todo o território e agora que os talibãs tomaram conta da cidade, há uma necessidade urgente de proteger esses civis e fornecer-lhes assistência, insistiu Guterres.

O diplomata português também exortou todos os países a estarem prontos para receber refugiados afegãos e a se absterem de qualquer deportação.

O secretário-geral pediu ao Talibã que respeitasse e protegesse o direito humanitário internacional e as liberdades individuais, pois agora há ‘relatos arrepiantes de severas restrições aos direitos humanos’, particularmente contra mulheres e meninas.

O Talibã disse que iria trabalhar com as instituições existentes, é essencial continuar pagando salários de funcionários públicos, manter a infraestrutura, reabrir aeroportos e continuar os serviços de saúde e educação, disse ele.

Olhando para o futuro, deve haver um fim imediato da violência, respeito aos direitos humanos e cumprimento de todos os acordos internacionais, enfatizou ele.

Na segunda-feira, o Talibã declarou o fim da guerra no Afeganistão depois que seus combatentes entraram em Cabul e o presidente Ashraf Ghani deixou o país.

mgt/ifb/vmc/gdc

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.