27 de May de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Aumento do emprego feminino, vigilância das autoridades em Cuba

Aumento do emprego feminino, vigilância das autoridades em Cuba

Havana, 14 ago (Prensa Latina) A incorporação das mulheres ao trabalho e a qualidade do emprego que ocupam constituem uma vigilância perene das autoridades do país.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Em entrevista ao Business in Cuba, Anielka Fernández, integrante da secretaria da organização nacional de mulheres, que cuida das tarefas de promoção e atenção à família, garantiu.

‘Se queremos que tenham autonomia econômica própria, devemos proporcionar-lhes alternativas de trabalho e também contribuir para a ampliação dos serviços prestados às trabalhadoras da comunidade’, afirmou. Segundo a responsável da Federação das Mulheres Cubanas (FMC), são múltiplas as iniciativas que a organização estimula para fortalecer este propósito.

Tivemos a oportunidade de promover, por exemplo, o chamado Movimento Pátio 60×60, com o objetivo de promover a agricultura urbana, suburbana e familiar no meio rural, quis dizer.

Do total de pessoas envolvidas, afirmou, hoje este projeto tem uma participação feminina de 40%, o que resulta numa boa expansão desta fonte de emprego nas localidades agrícolas.

Trata-se de mais de 378.500 acompanhantes, número que representa um crescimento que ultrapassa os 130 mil no final do último calendário em relação a 2018, quando a presença deles era de 31%, destacou.

Mas, esclareceu, estes esforços não constituem objetivos isolados, mas antes encontram a sua expressão mais abrangente no ‘Programa Nacional para a Promoção da Mulher’, aprovado pelo Conselho de Ministros em outubro do ano passado.

É, ele argumentou, uma plataforma governamental que contém sete áreas diferentes de atenção, e uma diz respeito ao empoderamento econômico. A elaboração de políticas que facilitem o acesso ao trabalho deve ter, ao mesmo tempo, uma perspectiva inclusiva e por isso, aludiu o funcionário, devem ser consideradas todas as abordagens, como a situação das donas de casa, dispostas a dar sua contribuição à sociedade e possuindo autonomia monetária.

Sobretudo para eles, e face à procura de diversificação de benefícios exigida pela comunidade, o projeto Espumás surgiu em 2020, sob a tutela do Ministério do Comércio Interno.

Esta iniciativa consiste no serviço de lavandaria a responsáveis pelo cuidado de crianças pequenas, idosos ou deficientes, e que têm dificuldade em se deslocar fora de casa.

Fernández disse que, graças a esta alternativa, facilitam o aluguer de uma ou duas máquinas de lavar e a compra do detergente necessário durante três meses, ao mesmo tempo que determinam os preços a cobrar de acordo com a oferta e a procura.

Distribuídos nas 15 províncias do país, esses números são atualmente 73 e, antes do final do ano, esperamos chegar a cem, disse Arroyo Naranjo, um dos municípios periféricos do centro-sul de Havana, tem uma área de 80 quilômetros quadrados. Delvis Utria, um dos seis integrantes da Espumás na comunidade, mora lá. Disse que antes de se dedicar ao negócio da lavandaria, trabalhou vários anos para o Estado antes de optar por esta actividade sozinho a partir de casa.

Ao cuidar de seu pai doente e de um filho adolescente, ela confessou que ficou surpresa com a ideia de poder aproveitar a iniciativa.

Explicou ainda que existe uma comunicação tão boa entre os trabalhadores do projeto que não descarta que futuramente possam constituir uma cooperativa ou outro tipo de entidade que inclua serviços díspares, além dos que já prestam.

Com base nas disposições recentemente tomadas pela alta liderança do país em relação à criação de micro, pequenas e médias empresas privadas, a FMC está empenhada em promover essa variante para as mulheres.

Para tal, quando as condições sanitárias o permitirem, queremos realizar um workshop com os associados do sector não estatal onde possamos ouvir os seus critérios e orientá-los sobre as possibilidades que agora se apresentam aos diferentes atores económicos; para que também valorizem as formas como podem incorporar outros para o alcance das cadeias produtivas, disse Fernández.

Ela considerou que o acompanhamento da organização de mulheres é fundamental se for levado em conta o panorama trabalhista da nação, que, desde janeiro deste ano, é estimulado pela Portaria Tarefa, processo que promoveu a unificação das duas moedas.

Dados do Ministério do Trabalho e Previdência Social indicam que, a partir de sua repercussão e até 30 de junho, mais de 194 mil pessoas foram às centrais de processamento para conseguir emprego, sendo que 130.763 aceitaram a proposta. Desse último total, os beneficiários representavam 36%.

Outros esforços

O funcionário da FMC reconheceu, no entanto, que, a fim de alcançar um cenário ideal para as trabalhadoras é necessário para transformar ou influenciar diferentes áreas simultaneamente.

Por isso, sublinhou a importância da criação das chamadas casas ou creches infantis, cujo sucesso depende de as várias entidades ou organizações apreciarem as vantagens de fundar estas instituições nas suas instalações para aprovação dos trabalhadores.

Ao mesmo tempo, avaliou os esforços que vêm sendo realizados na busca da estruturação de uma rede de atenção ao idoso e as transformações a que se almeja na formação técnico-profissional, para que essas especialidades sejam opções mais atrativas.

Em Cuba, houve muito progresso em termos de equidade, mas ainda há questões a serem tratadas, estimou.

No país, todos percebemos o mesmo para o mesmo desempenho; no entanto, é preciso lutar contra os vestígios de discriminação em matéria de promoção e eliminar as lacunas que ainda existem, acrescentou.

Decidiu que neste sentido o desejo maior não é tentar emular com os homens, mas sim que todos possam usufruir de oportunidades iguais e que seja respeitada a política do Estado que preconiza o gozo dos mesmos direitos.

(Retirado de Negócios em Cuba)/ml

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.