23 de January de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

EUA sem provas acusatórias sobre ataques sônicos

EUA sem provas acusatórias sobre ataques sônicos

Washington, 9 ago (Prensa Latina) Os Estados Unidos carecem de provas para culpar outros países por ataques sônicos contra os seus cidadãos no seu país ou no estrangeiro, informou hoje o The New York Times.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Os funcionários governamentais foram informados na sexta-feira que especialistas que estudam as misteriosas doenças que afetam dezenas de diplomatas, espiões e suas famílias estão lutando para encontrar provas que apoiem a teoria principal, que os ataques de microondas estão sendo lançados por agentes russos, disse o Times.

A revelação seguiu-se a uma reunião confidencial invulgar convocada pelo Diretor da Inteligência Nacional, Avril D. Haines, para avaliar as investigações e os esforços para lidar com as vítimas dos alegados ataques a funcionários do Departamento de Estado, oficiais do C.I.A. e suas famílias.

De acordo com relatórios, o Conselho Nacional de Segurança iniciou um esforço urgente para abordar a questão, e dois grupos de trabalho separados estão agora em funcionamento, um investigando a causa e liderado pelo C.I.A. e o outro centrado na procura de tecnologia comercial que pudesse detectar ou bloquear os ataques.

A reunião de sexta-feira também incluiu o Secretário de Estado Anthony Blinken; o Procurador-Geral Merrick B. Garland; o Diretor do C.I.A. William Burns; e o Diretor do F.B.I. Christopher A. Wray.

Segundo o Times, os ataques, que remontam a 2016, passaram de um mistério médico para uma questão urgente de segurança nacional.

Funcionários da administração Biden dizem ter ficado surpresos com a desorganização da resposta do governo durante os últimos quatro anos, em parte porque não havia uma forma centralizada de os departamentos partilharem relatórios de episódios.

Esta situação não verificada, sem qualquer prova, foi utilizada pela administração Trump para reforçar a sua política de bloqueio contra Cuba.

Um estudo causal de dezembro de 2020 da Academia Nacional de Ciências concluiu que os ataques por microondas eram muito provavelmente a causa, mas funcionários da administração Biden dizem que o grupo não tinha acesso a informações classificadas.

Frustrantemente, dizem os funcionários, ainda não há uma conclusão definitiva sobre os incidentes que permitam ao presidente chamar os russos, da forma como o fez com os ciberataques.

O Secretário de Estado Blinken disse que estes ‘incidentes de saúde inexplicáveis’ são uma alta prioridade, embora não haja provas para acusar qualquer país sem qualquer certeza de que as microondas são a causa das doenças, acrescentaram especialistas.

mem/lb/vmc

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.