17 de January de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

O esporte da Índia é assombrado pelo espectro das castas

O esporte da Índia é assombrado pelo espectro das castas

Nova Déli, 7 ago (Prensa Latina) As ofensas recebidas na Índia pela família do atacante de hóquei Vandana Katariya apontam para o espectro do sistema de castas na sociedade, que hoje também está dominando o esporte nacional.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Embora a equipe de hóquei feminina indiana tenha alcançado um novo marco para o país nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 com um quarto lugar, os dogmas sociais estavam em ação no caso da jogadora excepcional.

Enquanto a Índia se regozijava, pois suas meninas superaram uma formidável equipe australiana nas quartas de final para reservar o ingresso para as semifinais do evento, a perspectiva na casa de Katariya em Roshnabad, Haridwar, logo seria diferente.

A atacante mais experiente da seleção indiana, com mais de 240 partidas, lutou várias batalhas de casta e gênero, na esperança de que as pessoas a reconhecessem plenamente como uma jogadora que faz a diferença no gramado.

As façanhas desta mulher ‘intocável’ e ‘Dalit’, um dos estratos sociais mais baixos do país, que se tornou a primeira indiana a marcar um hat trick contra a África do Sul e marcou o último gol na partida da medalha de bronze contra a Grã-Bretanha, não conseguiram reprimir os insultos da casta.

Esta antiga forma de divisão social foi legalmente abolida na Constituição indiana em 1950 para evitar a discriminação e o abuso dos estratos mais baixos da sociedade, mas ainda está em curso.

Depois de uma derrota apertada na semifinal para a Argentina, vários homens de casta superior cercaram a casa de Vandana e começaram a disparar fogos de artifício e a dançar em zombaria enquanto cantavam que a equipe indiana não podia vencer porque tinha ‘muitos Dalits’.

Na Índia, as diferenças de castas se enraizaram em praticamente todos os setores da vida e o sistema esportivo também não foi poupado em um país que terminou ‘intocável’ em 1950, mas sete décadas depois continua a enfrentar problemas relacionados a esta divisão social.

E se pertencer à seção Dalit da sociedade significa uma vida de perdição, para as mulheres Dalit é uma dupla marginalização.

O esporte indiano atrai seus atletas de origens marginalizadas e oprimidas e a cada temporada olímpica o país hasteia a bandeira tricolor em apoio a esses atletas que, ironicamente, lutam batalhas mais duras fora dos estádios do que dentro deles.

msm/abm/vmc

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.