23 de January de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Operação Messi: blefe de pôquer com um sabor de ultimato?

Operação Messi: blefe de pôquer com um sabor de ultimato?

Madri, 6 ago (Prensa Latina) Sem ases na manga, grandes jogadores de pôquer são especialistas em desenhar blefes, talvez a estratégia desesperada do Barcelona FC para salvar Lionel Messi.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Um blefe audacioso com o sabor de um ultimato lançado por Joan Laporta, o presidente da seleção catalã, que virou a sacrossanta Liga de Futebol espanhola de cabeça para baixo. Porque perder Messi é perder muito dinheiro.

Todos na Espanha insistem que Messi está deixando o clube catalão.

Messi está realmente saindo? A questão ainda está suspensa no ar. Afinal de contas, vamos descobrir nas próximas horas.

A notícia ainda é difícil de digerir e embora todas as indicações sejam de que as portas estão absolutamente fechadas, não me surpreenderia se o extraordinário atacante argentino pudesse ficar com a equipe à qual se juntou aos 13 anos de idade.

Já se falou o suficiente sobre seu legado, sua impressionante carreira, os lances mágicos, os dribles, o gênio, a destreza técnica.

E claro, 474 gols, seis Bolas de Ouro e seis Chuteiras de Ouro; 10 títulos La Liga, quatro Ligas dos Campeões, sete Copas do Rei, oito Super Copas da Espanha, três Copas do Mundo de Clubes e três Super Copas Europeias, assim como seis vezes Pichichi.

No entanto, o mesmo problema que hoje o tem fora do Barça e da Espanha, econômico-financeiro, parece ser o plano de salvação.

Embora o chefe do La Liga, Javier Tebas, tenha avisado o Barcelona, com uma dívida de mais de um bilhão de euros, que não teria privilégios em nenhuma negociação, ele está ciente do que significa perder Messi.

De fato, como o futebol é um grande negócio, os rivais mais ferozes da equipe catalã também não olham com bons olhos para uma perda tão grande.

Uma La Liga ressentida, que antes já não conseguiu manter o Neymar do Brasil, o português Cristiano Ronaldo e mais recentemente o premiado zagueiro Sergio Ramos de Madri, sofreria um golpe esmagador com o êxodo de Messi.

Sem dúvida, os patrões espanhóis vão tirar suas calculadoras nas primeiras horas desta manhã para fazer as contas. E deste exercício noturno pode sair um acordo in extremis.

Esporte, futebol e Espanha vencerão se conseguirem manter um dos escolhidos que vêm a este mundo conturbado para torná-lo um pouco mais feliz.

oda/ft/vmc

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.