17 de January de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Volta às aulas no Brasil de forma presencial e escalonada

Volta às aulas no Brasil de forma presencial e escalonada

Brasília, 2 ago (Prensa Latina) Milhões de estudantes retornaram hoje às aulas de forma presencial e escalonada em quase todo o Brasil, de acordo com uma pesquisa do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), citado pelo portal R7.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

A pesquisa mostrou que somente os estados da Paraíba (nordeste), Acre e Roraima (norte) retomarão a chamada educação híbrida em setembro.

A medida é impulsionada pelo avanço da vacinação entre os professores e pelo declínio dos números da pandemia da Covid-19, que até o momento já causou 556.834 mortes e 19.938.358 infecções no país.

No estado de São Paulo, 3,4 milhões de estudantes do sistema escolar público estadual podem retomar suas atividades. O retorno à escola continua sendo opcional.

Durante esta fase, o cálculo da porcentagem de alunos permitidos levará em conta a capacidade total de recepção das escolas e não o número total de matrículas.

A distância mínima entre pessoas será de um metro e não mais de 1,5 metro. Cada escola deve elaborar seu plano de retorno, levando em conta a realidade da comunidade escolar, e pode chegar a cem por cento dos alunos que frequentam.

Cada estado define suas próprias regras. No Rio de Janeiro, as regiões estão divididas em bandeiras, de acordo com o risco de infecção por Covid-19, que varia de 50% da capacidade na bandeira laranja a 100% na bandeira verde.

Os outros estados devem retornar com até 50% da capacidade de alunos nos estabelecimentos de ensino. As escolas municipais seguem as diretrizes de cada jurisdição.

O Estado de Minas Gerais (sudeste) anunciou em 28 de julho uma greve contra o retorno das classes na divisão territorial.

Desde segunda-feira, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais está paralisado, alegando falta de segurança sanitária com o retorno às aulas.

Como mostrado no acompanhamento Consed, as redes devem realizar uma pesquisa, uma avaliação diagnóstica e aulas de remediação e reforço para compensar a perda de conteúdo.

No início de julho, o Fundo Internacional de Emergência para Crianças das Nações Unidas (Unicef), a Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura e a Organização Mundial da Saúde assinaram um manifesto declarando que a reabertura segura das escolas é urgente.

Uma pesquisa da Unicef mostra que apenas dois em cada 10 alunos brasileiros estarão frequentando as instituições escolares até 2021.

mem/ocs/vmc

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.