21 de January de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Eu apoio Cuba, garantiu um aposentado panamenho

Eu apoio Cuba, garantiu um aposentado panamenho

Panamá, 29 Jul (Prensa Latina) Estou com o povo cubano porque é um povo humilde, trabalhador, muito lutador e porque os Estados Unidos impuseram um embargo (bloqueio), assim foi categórico o panamenho Reinaldo González.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Falando de forma lenta e espontânea, este aposentado falou com muito carinho à Prensa Latina sobre a nação caribenha, que apóia apesar de não conhecer.

‘Aqui também estamos tentando lutar, avançar e nos erguer como aquele povo cubano que luta por sua soberania, dignidade e direito a viver em paz’, disse o simples morador da capital Calidônia, onde fica a sede diplomática do país das Antilhas.

Depois de se perguntar por que tantas restrições a Cuba, sua resposta foi sentida: ‘Que Cuba seja livre como os outros países’, referindo-se ao assédio dos Estados Unidos.

Nesse sentido, garantiu que ‘o único presidente que fez algo para se aproximar dela foi Barack Obama, mas não poderia fazer tantas coisas fora de seu mandato’.

Depois veio ‘o monstro de Donald Trump’ e apertou o bloqueio, situação mantida por Joe Biden, que ‘é mau com o povo cubano, que é humilde, enquanto tenta avançar e lutar, mas não lhe dão chance, ‘ disse ele.

Para os que se revelaram informados, também foram elogiados os médicos cubanos que ajudaram na nação do istmo a enfrentar a pandemia do Covid-19 e os que praticam a solidariedade com a ilha.

‘Gostei da ajuda da Rússia a Cuba, porque eles têm coração de homem.

E então, os Estados Unidos, que sempre presumem que sim e tem, é como apertar um gigante em uma formiga, machucando os pobres cubanos. ‘expressou.

Ao falar dos obstáculos impostos pelo seu vizinho do Norte, afirmou que não concordava com isso, porque a maior das Antilhas tem o direito de ser livre e de viver com tranquilidade e paz como todos os seres humanos.

González também foi contundente ao expressar que nunca concordará com uma intervenção militar em Cuba, porque tudo o que faz é destruir tudo e matar pessoas inocentes.

‘Aqui no Panamá nós vivemos e eles destruíram tudo, ficamos com zero, tinha muito vandalismo e depois não tinha o que comer. E quem nos ajudou? Ninguém. Nós, graças a Deus, avançamos. Aqui no Panamá sempre existe um Deus, como lá na cidade de Cuba, onde há muita gente boa ‘, disse.

Nesse grupo incluiu o líder histórico Fidel Castro, que conheceu quando esteve no Panamá; ‘Mas você sabe que quando um país impõe a ordem, é um ditador e os Estados Unidos sempre sinalizam’, disparou.

‘Os Estados Unidos acreditam que fazem o bem, mas só fazem o mal e o bem porque querem esmagar todos os nossos países, os menores, os mais pobres. Essas pessoas são muito más’, disse ele em referência ao governo dos Estados Unidos.

rgh/npg/jcfl

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.