20 de January de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Produtos agrícolas do Panamá ganham espaço no exterior

Produtos agrícolas do Panamá ganham espaço no exterior

Panamá, 28 de jul (Prensa Latina) Mamão, abóbora e melancia são alguns dos produtos agrícolas panamenhos que registram o maior crescimento hoje em relação a 2020 nos mercados da União Europeia, Estados Unidos e China.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MIDA), esses itens poderão se somar a outros como bananas e carnes no final do ano em curso, em que se observa uma recuperação gradativa diante dos ataques impostos pela Covid-19 pandemia.

É o caso de Omar Estrada, exportador de melancia, que apesar dos danos sofridos em 2020 em sua fazenda, nos primeiros meses deste ano exportou cerca de 164 contêineres para Holanda e Espanha, o que lhe permitiu recuperar seus prejuízos.

Outra fruta que vem ganhando espaço no mercado internacional é o abacaxi, do qual nações como França, Itália, Espanha e Grécia prezam pela qualidade como uma variedade alternativa para os consumidores dessas nações, especificou o produtor Hipólito Vergara.

Na opinião do Diretor de Agronegócios do MIDA, Tomás Solís, nos últimos cinco anos a agroexportação representou cerca de 100 milhões de dólares para a economia do país, sendo a melancia uma das frutas nacionais com maior número de hectares colhidos e quilos exportados.

Segundo as autoridades agrícolas, uma das apostas do governo nacional é recuperar e retomar a posição que ocupou nas últimas décadas ao nível das exportações, pelo que o departamento de Certificação Fitossanitária desempenha um papel fundamental nesta atividade económica.

A esta área cabe canalizar as informações exigidas pelo país de destino ao produtor, que desta forma conhece tudo o que se refere aos protocolos, normas e regulamentos para evitar a rejeição ao entrar no território que recebe a remessa.

Relativamente às rotas utilizadas para a exportação, a Controladoria-Geral da República indicou em primeiro lugar a marítima (88,2 por cento), seguida da terrestre (9,3) e aérea (2,4).

Apesar da recuperação, alguns produtos como farinha e óleo de peixe, sucata de aço, cobre, alumínio, madeira, carne bovina, camarão, roupas e outros do mar registraram queda, disse a fonte.

ga / npg / fav

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.