26 de January de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Cubanos em Angola arrecadam doações para seu país da Covid-19

Cubanos em Angola arrecadam doações para seu país da Covid-19

Luanda, 27 jul (Prensa Latina) Ainda estão montando a carga e ninguém pôde calcular o valor final, mas muitos cubanos em Angola parecem hoje um enxame de abelhas que unem forças para enviar ajuda ao seu país, que luta incessantemente contra a Covid- 19.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Através das redes sociais eles trocam informações a cada minuto: a Associação da Comunidade de Moradores de Cuba em Angola (Accra) tem em suas mãos boa parte da coordenação, informando o que for preciso, seringas, máscaras faciais, batas, protetores faciais, luvas nitrílicas , esclarecer dúvidas e colocar em contato pessoas dos lugares mais remotos desta terra africana.

Para o grupo online ‘Doações a Cuba’ muitas são as mensagens de afeto e de incentivo quando um compatriota envia a foto do que conseguiu comprar com seu próprio dinheiro ou de um grupo de amigos ou as imagens dos cheques bancários para as contribuições de dinheiro em espécie.

Os textos são redigidos em espanhol e português, pois aos poucos angolanos solidários com Cuba conheceram a iniciativa e também decidiram cooperar, incluindo entidades como a Cruz Vermelha, que nos últimos dias colocou à disposição de activistas um site para armazenar e classificar carga na província de Luanda.

Inicialmente, alguns emprestaram suas casas para arrecadação de suprimentos, em gestos espontâneos de grande valor, já que muitos moram em locais distantes do centro da capital e têm dificuldades de transporte.

Em declarações à Prensa Latina, Margarita Arozarena, da direção de Accra, informou que hoje iniciarão o trabalho de classificação e organização dos produtos por tipo, com a ajuda da Cruz Vermelha.

Médicos, enfermeiras, técnicos de saúde, professores, pedreiros e outros profissionais da Ilha, que aqui atuam como colaboradores, lançaram também a contribuição solidária para os seus compatriotas, de cada uma das 18 províncias de Angola.

Medidas semelhantes foram tomadas por diplomatas, funcionários de embaixadas e representantes de outras instituições cubanas.

As dificuldades causadas pela pandemia e pelo bloqueio econômico, financeiro e comercial do governo dos Estados Unidos mantêm a todos igualmente em suspense, pois suas famílias sofrem as consequências, segundo opiniões expressas nos grupos WhatsApp e Facebook.

Segundo o colaborador Rafael Enrique Santaelena, agora nosso primeiro dever internacionalista aponta para Cuba: nosso povo, argumentou, vive uma situação difícil devido à pandemia e ‘o ódio a um império que se autodenomina o mais poderoso do mundo . ‘

Por meio das redes sociais, eles também compartilham as partes oficiais do governo sobre o comportamento de Covid-19 na Ilha; Portanto, ‘toda ajuda vale’, costuma responder Margarita, quando alguns dizem sentir pena do baixo valor de sua contribuição.

A avaliação final dos recursos ainda está pendente, mas aqueles que receberem as doações em Havana saberão que daqui atenderam ao chamado de doar de todo o coração a Cuba.

jha / mjm / glmv

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.