27 de November de 2021

NOTICIAS

Sindicatos da Nicarágua rejeitam interferência externa em Cuba

Sindicatos da Nicarágua rejeitam interferência externa em Cuba

Manágua, 23 jul (Prensa Latina) A central sindical Unión Nacional de Empleados (UNE) da Nicarágua emitiu hoje uma declaração rejeitando a interferência dos Estados Unidos e de outros países nos assuntos internos de Cuba.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

A organização filiada à Frente Nacional dos Trabalhadores (FNT) denunciou a nova escalada de agressão do imperialismo norte-americano contra a Revolução Cubana.

O comunicado lembrava que a campanha agressiva em curso tenta atacar, através de ‘confusão e manipulação da mídia por todos os métodos tecnológicos modernos utilizados pelo império do mal’.

A organização sindical nicaraguense disse que, no contexto atual, o governo dos Estados Unidos deveria respeitar a recente resolução da Assembleia Geral da ONU e ‘suspender o bloqueio criminoso que está em vigor há mais de 60 anos contra o povo fraternal de Cuba’.

O único pecado de um país soberano como Cuba tem sido apoiar muitos países do mundo diante da atual pandemia, dos desastres naturais e do analfabetismo, acrescenta o texto.

Invoca também a necessidade do amor no mundo, como exige Francisco em sua encíclica papal.

‘Nós trabalhadores nicaraguenses somos claros sobre estas manobras, porque as vivemos em 2018 durante a tentativa fracassada de golpe liderada pela direita, financiada e dirigida pelo império norte-americano, e não seremos enganados nem intimidados’, conclui o texto de solidariedade.

mem/fgn/bm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.