9 de December de 2021

NOTICIAS

Díaz-Canel nega suposto apoio dos EUA ao povo cubano

Díaz-Canel nega suposto apoio dos EUA ao povo cubano

Havana, 23 jul (Prensa Latina) O presidente cubano Miguel Díaz-Canel negou hoje as declarações do governo dos Estados Unidos, nas quais afirma ajudar o povo da ilha, quando na realidade é responsável por suas deficiências econômicas.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

O presidente disse em sua conta no Twitter que o presidente americano Joe Biden não apoia o povo da nação caribenha, mas que, pelo contrário, sua administração mantém a política que causa o sofrimento de milhões de famílias.

‘As medidas coercitivas que procuram entregar nosso povo através da fome e da necessidade não colocarão #CubaSoberana de joelhos’, enfatizou o chefe de Estado.

No dia anterior, Biden emitiu uma declaração, na qual garantiu apoiar os habitantes da ilha da Índia Ocidental, no entanto, ele não se referiu ao bloqueio econômico, comercial e financeiro que seu país mantém há 60 anos contra Cuba, o que causa a necessidade de recursos essenciais.

Ele também não anunciou nenhuma medida para relaxar as 243 disposições adotadas por seu antecessor, Donald Trump (2017-2021), que apertam o cerco unilateral e sufocam a economia da nação caribenha.

Por outro lado, ele advertiu que poderia impor mais sanções, sob o pretexto dos motins de 11 de julho, nos quais, em sua opinião, houve abusos por parte das autoridades cubanas, embora os vídeos divulgados mostrem manifestantes vandalizando e atacando agentes da lei.

O presidente dos EUA reiterou seus ‘esforços’ para facilitar o acesso dos cubanos à Internet, mencionou que está estudando a possibilidade de retomar o envio de remessas, para que elas não beneficiem o governo, e também está analisando a reabertura dos serviços consulares em Havana.

A este respeito, o Ministro das Relações Exteriores cubano Bruno Rodríguez disse na quinta-feira que os Estados Unidos mentem e difamam sua política de remessas para Cuba, e disse que Biden tem sido errático sobre o assunto e os sequestra para fins políticos.

Ele também lembrou que os serviços consulares foram interrompidos com a justificação de incidentes de saúde envolvendo diplomatas americanos, apesar do fato de que até agora ninguém conseguiu provar as causas ou que se tratou de um ato provocado.

Rodríguez descreveu como cruel a decisão de forçar os cidadãos cubanos a viajar para países terceiros para apresentar seus procedimentos de reunificação familiar e migração, sob as condições da pandemia e com o alto custo que isto representa.

mgt/kmg/bm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.