28 de January de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Tajiquistão contra o uso da força nos países vizinhos

Tajiquistão contra o uso da força nos países vizinhos

Dushanbe, 22 Jul (Prensa Latina) O presidente tadjique Emomalí Rajmón disse hoje que seu país nunca utilizará seu exército contra as nações vizinhas, ao intervir com membros das Forças Armadas, reservistas e agentes das forças de segurança.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Em um canal de televisão nacional, o presidente disse que o Tadjiquistão defende ‘a paz e a estabilização nas nações vizinhas, por viver em um ambiente de calma, estabilidade, amizade e cooperação com os nossos vizinhos’.

O chefe de Estado advertiu, porém, que Dushanbe não pode ficar indiferente à escalada de confrontos internos no Afeganistão, seu vizinho mais próximo, com quem compartilha um idioma, religião e cultura, disse ele, segundo a agência de notícias Sputnik.

‘Espero que o bom senso prevaleça no Afeganistão, que nossos vizinhos recuperem a paz e a estabilidade e que consolidemos e expandamos as relações com esta nação amiga em todas as áreas’, disse Rajmón.

Nas últimas semanas, as autoridades tajiques alertaram sobre o aumento das tensões na área de fronteira entre os dois países e o fortalecimento do controle desses territórios, do lado afegão, pelo movimento talibã.

A este respeito, a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, María Zajárova, alertou nos últimos dias que seu país tomará medidas, se necessário, para evitar agressões ou provocações na fronteira tadjique-afegã.

Em encontro com a imprensa em 9 de julho, o diplomata reiterou a preocupação de Moscou com a forte escalada das tensões na linha divisória entre as duas nações.

‘O movimento do Taleban ocupou a maioria dos condados fronteiriços em um curto período de tempo e agora controla cerca de dois terços da fronteira do país com o Tajiquistão, e estamos observando de perto a situação na fronteira’, disse Zajárova.

Ele lembrou que Moscou tem base 201 no Tadjiquistão, ‘equipada com todo o necessário’ para ajudar o país a controlar a situação.

A este respeito, o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, disse que seu país é contra a tomada de medidas, desde que o agravamento da situação não afete seus aliados.

No início deste mês, a ofensiva do Taleban no nordeste da nação da Ásia Central fez com que pelo menos 1.500 soldados afegãos fugissem para o Tadjiquistão.

rgh/mml/jcfl

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.