30 de November de 2021

NOTICIAS

Dezenas de agricultores protestam na capital da Índia

Dezenas de agricultores protestam na capital da Índia

Nova Delhi, 22 Jul (Prensa Latina) Cerca de 200 agricultores protestaram hoje no centro de Nova Delhi contra três polêmicas leis agrárias aprovadas no ano passado para o setor, enquanto um novo mandato do Parlamento está em sessão.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Os camponeses, com insígnias e bandeiras dos seus sindicatos, viajaram em autocarros escoltados pela Polícia desde os seus habituais locais de manifestação nas entradas da capital até ao local conhecido como Jantar Mantar, refletiu o portal News Click.

A Polícia estabeleceu uma rede de segurança em torno do centro de Delhi e vigiou de perto o movimento dos veículos.

O vice-governador da cidade, Anil Baijal, concedeu uma autorização especial para não mais de 200 agricultores manifestarem diariamente a partir desta quinta-feira no Jantar Mantar, a poucos metros do Complexo Legislativo, até ao próximo dia 9 de agosto.

Os agricultores lançaram slogans exigindo que o governo remova as três leis, enquanto os gendarmes erguem barricadas de ambos os lados.

Equipes de polícia vigiam as estradas que levam ao local do protesto, enquanto o pessoal da Força de Ação Rápida, uma unidade especializada da Força Policial de Reserva Central, faz guarda na área, usando escudos antimotim e cassetetes.

Um canhão de água e portões com detectores de metal também foram implantados no estande de demonstração.

O Samyukt Kisan Morcha, entidade que congrega os sindicatos de camponeses que protestam contra as três leis agrárias, prometeu cumprir todas as regras de contenção do Covid-19 e afirmou que a revolta será pacífica.

É a primeira vez desde a concentração de milhares de tratores na capital durante o Dia da República, em 26 de janeiro, que as autoridades autorizam os sindicatos do setor a se manifestarem na capital do país.

Vários milhares de agricultores protestam desde novembro de 2020 em três pontos de entrada para Nova Delhi – Singhu, Tikri e Ghazipur – contra três leis agrícolas que, denunciaram, abrem os mercados agrícolas do país para grandes empresas privadas.

Os camponeses também temem que as novas regulamentações do governo desmantelem o sistema de preços mínimos de apoio com que o Estado compra suas safras.

Uma dúzia de rodadas de negociações entre membros do governo e sindicatos agrários não conseguiu quebrar o impasse e as negociações foram paralisadas após a última reunião em 22 de janeiro.

mem/abm/jcfl

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.