1 de December de 2021

NOTICIAS

Costarriquenhos esperam por tremores secundários de forte terremoto

Costarriquenhos esperam por tremores secundários de forte terremoto

San José, 22 de jul (Prensa Latina) Os costarriquenhos continuam na expectativa hoje sobre a possibilidade de outro forte abalo do terremoto de magnitude 6,8 que abalou este país por cerca de um minuto.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Às 15h15 (hora local) desta quarta-feira, o citado terremoto sacudiu a Costa Rica, apesar de o epicentro do evento natural estar localizado a 45 quilômetros ao sul (no mar) de Punta Burica, no Panamá, muito próximo da fronteira com este país.

Daquele momento até por volta das 22h00 (hora local) de ontem, o Observatório Vulcanológico e Sismológico da Costa Rica (Ovsicori) detectou 10 tremores secundários com magnitudes superiores a 3,6 e até mesmo um de 5,11 nas proximidades do primeiro terremoto, que teve seu epicentro muito próximo ao relatado no último dia 10, de magnitude 6,3.

Embora o terremoto só tenha causado danos materiais por queda de objetos, a expectativa da população é muito grande, pois segundo especialistas a Costa Rica está no ciclo dos terremotos de Golfito, entre 35 e 40 anos, e o último foi o de 2 de abril (Sábado Santo) de 1983, com magnitude 7,6, ou seja, há 38 anos.

Outro dado do terremoto de 21 de julho, revelado pelos Ovsicori, é que ele ocorreu a uma profundidade de 10 quilômetros e teve origem na Zona de Fratura do Panamá.

Os dois especialistas consultados pela imprensa local e o presidente da Comissão Nacional de Emergências (CNE), Alexander Solís, concordam que a Costa Rica é um país altamente sísmico, com notícias diárias de tremores de terra, embora nem todos os sentidos ou perceptíveis.

Solís reiterou a necessidade de estar preparado para enfrentar um terremoto.

Entre as recomendações da CNE estão: manter a calma, evacuar de maneira ordenada e usar uma máscara para evitar a propagação do SARS-CoV-2, que causa o Covid-19; permaneça em áreas seguras previamente identificadas, não corra durante a evacuação para um local seguro e não use elevadores, mas sim escadas e saídas de emergência.

Da mesma forma, continua, em locais públicos e lotados para ir a um lugar seguro ou ponto de encontro; ajude adultos mais velhos, crianças e pessoas com deficiência a evacuarem para áreas seguras, se necessário, e ficar longe de janelas, espelhos e itens de vidro que possam quebrar.

Além disso, indica que se você estiver dirigindo, dirija com calma até um local longe de postes ou árvores.

Por fim, a CNE pede à população que se mantenha informada através dos canais oficiais e cumpra as recomendações de segurança, bem como para regressar às casas até que termine o terramoto e o regresso seja seguro.

rgh / ale / fav

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.