3 de December de 2021

NOTICIAS

Número de palestinos em greve nas prisões israelenses aumenta

Número de palestinos em greve nas prisões israelenses aumenta

Tel Aviv, 21 jul (Prensa Latina) Pelo menos 11 palestinos estão em greve de fome nas prisões israelenses, rejeitando sua prisão sem acusação ou julgamento, informou hoje uma fonte especializada no assunto.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

O Clube de Prisioneiros Palestinos disse em um comunicado que os grevistas estão detidos nas prisões de Negev, Ofer e Raymon.

Há dois dias, a Comissão de Assuntos dos Detidos estimou em nove o número de palestinos que realizam esta forma de protesto.

Questionada em várias ocasiões por violar o direito internacional, a política israelense de detenção administrativa permite a prisão de palestinos sem acusação ou julgamento em intervalos renováveis normalmente variando de três a seis meses com base em evidências não divulgadas as quais até mesmo o advogado do réu é proibido de ver.

Esses prisioneiros sistematicamente iniciam greves de fome para protestar contra sua prisão por tempo indeterminado e exigir o fim dessa política.

Dias atrás, Ghazanfar Abu Atwan foi solto, tendo ficado 65 dias sem comer para exigir sua libertação.

De acordo com um relatório divulgado este mês, as tropas de ocupação prenderam mais de 5.400 palestinos no primeiro semestre de 2021, incluindo 854 menores e 107 mulheres.

Atualmente 4.850 estão atrás das grades em prisões israelenses, dos quais 225 são menores, diz ele.

Do total, 540 estão sob detenção administrativa, diz o documento, elaborado pela comissão, a Sociedade Palestina de Prisioneiros, a Associação Direitos Humanos e Apoio aos Presos Addameer e o Centro de Informações Wadi Hilweh.

Na semana passada, o advogado Abdel Nasser Farwana denunciou que desde a criação do Estado Judeu em 1948, pelo menos 82 palestinos cumpriram mais de 20 anos de prisão naquele país. Desse número, 34 foram presos pelas autoridades de Tel Aviv por mais de 25 anos e 13 deles por mais de três décadas, disse Farwana.

ga / rob / cm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.