29 de November de 2021

NOTICIAS

Chile em férias prolongadas

Chile em férias prolongadas

Santiago do Chile, 16 Jul (Prensa Latina) O Chile iniciou hoje um longo feriado para a celebração religiosa da Virgen del Carmen, as limitações ainda em vigor devido à pandemia do Covid-19 e as primárias presidenciais no próximo domingo.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

A título de preâmbulo, iniciou-se na noite de quarta-feira um êxodo desta capital para o interior do país, que se agravou na véspera.

Assim, nesta quinta-feira, milhares de veículos inundaram as estradas do país, principalmente em direção aos centros turísticos da zona central e litoral, provocando congestionamentos de quilometros nas entradas e saídas de inúmeras cidades e horas de espera aos viajantes.

Conforme relatado pelos Carabineros do Chile até a noite de quinta-feira, mais de 73 mil veículos haviam deixado a capital, e também era esperado um forte fluxo nas saídas de Santiago ao longo da manhã desta sexta-feira.

Enquanto isso, os proprietários de restaurantes, hotéis e outros serviços, fazem contas felizes com o que os viajantes podem contribuir para seus negócios, muitos à beira da ruína devido às limitações causadas pela pandemia do Covid-19 que os obrigou a fechar durante longos meses.

O entusiasmo se multiplica porque justamente ontem entraram em vigor os ajustes do governo ao Plano Passo a Passo de controle do Covid-19, que amplia as possibilidades de movimentação de pessoas e flexibiliza a abertura e lotação em estabelecimentos comerciais e gastronômicos, entre outras medidas.

Em contraste, a mídia política e o governo continuam preocupados que o longo feriado afete a participação nas urnas no próximo domingo, em um país onde o abstencionismo vem ocupando cada vez mais espaço em amplas camadas da população.

As eleições primárias serão realizadas no domingo, nas quais as coalizões Chile Vamos, à direita, e Aprovar Dignidad, à esquerda, elegerão seus candidatos diretos para as eleições presidenciais convocadas para 21 de novembro.

A este respeito, analistas eleitorais e meios de comunicação estimam que apenas um número semelhante de pessoas irá votar no melhor dos casos ao relatado na votação para governadores regionais realizada em junho passado e que não atingiu 20 por cento dos cadernos eleitorais .

jcm/rc/jcfl

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.