3 de December de 2021

NOTICIAS

Rússia aponta desinteresse do EUA em ligações com magnicídio no Haiti

Rússia aponta desinteresse do EUA em ligações com magnicídio no Haiti

Moscou, 13 jul (Prensa Latina) A porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova, chamou a atenção para a falta de reação das autoridades americanas às informações sobre o suposto envolvimento do país no assassinato do presidente haitiano Jovenel Moïse.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

‘Bem, onde estão as sanções, as declarações do G7, a histeria dos ativistas americanos de direitos humanos?’ escreveu o diplomata em seu canal Telegram, sobre o possível envolvimento da empresa militar privada CTU no assassinato.

O representante do Ministério das Relações Exteriores russo acrescentou que a razão da falta de reação e de sanções ao evento ‘é mais do que assustadora’.

Lembrou que uma delegação interdepartamental dos EUA voou para o Haiti para investigar a situação em torno da empreiteira americana PMC, cujos funcionários são acusados de envolvimento no ataque que tirou a vida do presidente haitiano.

Zakharova advertiu sobre uma reportagem na mídia dos EUA na terça-feira que várias das pessoas envolvidas no ataque a Moïse haviam sido informantes para a aplicação da lei nos EUA.

‘Isto é diferente’, sublinhou o chefe de imprensa do Ministério das Relações Exteriores da Rússia.

O presidente haitiano foi baleado pelo menos 12 vezes em sua residência em Petion Ville, localizada nas colinas Pelerin, e durante a agressão sua esposa Martine Ethienne foi gravemente ferida.

Como parte das investigações, a polícia prendeu 20 cidadãos suspeitos de fazer parte do comando armado que assassinou o chefe de Estado e está mantendo sob custódia um suposto mentor principal.

jcm/mml/bm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.