18 de August de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Cresce interesse em Cuba por emprego

Cresce interesse em Cuba por emprego

Havana, 10 jul (Prensa Latina) No final de junho, 130.763 pessoas aceitaram trabalhar como parte do sistema monetário vigente hoje em Cuba, que incentiva o emprego como a principal fonte de renda.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

A partir de 1ú de janeiro deste ano, a percepção da população cubana mudou quanto à necessidade de trabalhar, uma vez que a ordem monetária eliminou subsídios excessivos e gratificações indevidas, e aplicou uma modificação na distribuição de renda com uma reforma salarial.

Assim, nas circunstâncias atuais, o emprego não é uma opção, mas uma necessidade, pois agora a distribuição da riqueza é feita de acordo com o princípio de que quem contribui mais e trabalha mais eficientemente, ganha mais, ao qual se soma um aumento contínuo nos preços de bens e serviços básicos.

Entretanto, o preceito de justiça social da Revolução é mantido, mas sem igualitarismo, sem que se deixe ninguém na indigência, de forma a que haja maior incorporação ao emprego e que aqueles que são física e mentalmente capazes de viver com um salário encontrem emprego e não tenham que se qualificar para receber certa assistência pela assistência social.

Dos 130.763 que aceitaram uma oferta de emprego até o momento, 36% são jovens e o mesmo número são mulheres. Além disso, 5.325 cidadãos se inscreveram em cursos de treinamento para ter acesso a uma melhor opção de trabalho.

Registros do Ministério do Trabalho e Previdência Social (MTSS) indicam que as incorporações predominam no setor empresarial com 71% e 29% no setor orçamentário, enquanto aqueles que são autônomos (privados) e trabalham em cooperativas de produção agrícola continuam a crescer.

Neste último aspecto, as ofertas são abertas à medida que são favorecidas as atividades diretamente ligadas à produção de alimentos, uma tendência que deve ser reforçada como mecanismo para cumprir a política de soberania alimentar e nutricional, uma das prioridades da Estratégia Econômica e Social do país.

Como parte dos esforços para promover o emprego, também foi aprovada uma melhoria, uma profunda transformação do auto-emprego, considerado um complemento da economia, e um gerador de empregos de qualidade e cadeias produtivas.

Para o chefe da Comissão Permanente de Implementação e Desenvolvimento, Marino Murillo, a incorporação de milhares de cubanos ao trabalho é um dos resultados da ordem monetária e um saldo positivo nesse processo que visa libertar as forças produtivas.

Há empregos para todos, particularmente no setor produtivo, sob a premissa de que os cargos mais complexos e remunerados dependem do nível de escolaridade, embora, em geral, os empregos sejam baseados no desenvolvimento local e nas necessidades dos territórios, explicou recentemente a Ministra do Trabalho e Previdência Social, Marta Elena Feitó.

msm/crc/vmc

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.