1 de December de 2021

NOTICIAS

Países da ALBA-TCP enfrentam desafios ambientais

Países da ALBA-TCP enfrentam desafios ambientais

Caracas, 8 de jul (Prensa Latina) O Acordo Comercial da Aliança Bolivariana para os Povos da Nossa América (ALBA-TCP) enfrenta hoje o desafio de defender os países da região dos efeitos da crise climática.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Nesse sentido, o secretário executivo do bloco de integração, Sacha Llorenti, destacou a aprovação de um roteiro com propostas concretas de trabalho conjunto, voltado para a Conferência das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima, marcada para novembro, em Glasgow, Escócia.

A ALBA-TCP realizou uma reunião ministerial na véspera, por videoconferência, com o objetivo de traçar estratégias de cooperação em torno dos desafios ambientais e seus impactos sobre os povos da região.

Durante seu discurso, Llorenti destacou que a crise ambiental é consequência de padrões de produção insustentáveis nos países desenvolvidos, bem como da falta de vontade política para cumprir compromissos e obrigações nessa área.

Por sua vez, o Ministro do Ecossocialismo da Venezuela, Josué Lorca, destacou a importância de estabelecer objetivos comuns como povos e Estados para fazer frente aos efeitos e consequências das mudanças climáticas.

Da mesma forma, ratificou o compromisso de apoiar todas as propostas que visam a preservação dos direitos da humanidade e a preservação da Mãe Terra.

O chefe da carteira boliviana de Meio Ambiente e Água, Juan Santos, defendeu junto à ALBA-TCP a implementação de ações urgentes em prol da preservação do planeta, denunciando o impacto do modelo produtivo capitalista como causa estrutural dos problemas ambientais.

Santos alertou que a crise climática constitui um dos grandes desafios da humanidade hoje, ao ameaçar a própria existência de vida na Terra em decorrência das políticas do capitalismo.

Ele afirmou que a ALBA-TCP pode se tornar um mecanismo para promover o Acordo de Paris, em um cenário global marcado pela posição dos países desenvolvidos de repassar o peso da crise climática para os povos em desenvolvimento, enfatizou.

Por sua vez, a Ministra da Ciência e Tecnologia de Cuba, Elba Rosa Pérez, destacou a importância de fortalecer a cooperação e integração regional para o cumprimento dos objetivos de desenvolvimento sustentável dos países do continente.

O responsável disse que é urgente uma ação coletiva face ao impacto cada vez mais visível das alterações climáticas no mundo, face ao qual a implementação do conhecimento científico e tecnológico assume um papel central para travar este fenómeno.

mem / wup / fav

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.