7 de December de 2021

NOTICIAS

Austrália suspendeu a Fórmula 1 e o GP de Moto

Austrália suspendeu a Fórmula 1 e o GP de Moto

Canberra, 6 Jul (Prensa Latina) Os organizadores do Grande Prêmio da Austrália de Fórmula 1 (F1) e GP de Moto cancelaram hoje as corridas da atual temporada devido às restrições impostas pelo pandemia do Covid-19.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

‘Estamos profundamente desapontados que, pelo segundo ano consecutivo, nem os fãs de GP de Moto nem de F1 poderão ver os melhores pilotos competindo’, disse Paul Little, presidente do evento de automobilismo.

O encontro a bordo foi agendado entre os dias 18 e 21 de novembro no circuito de Phillip Island, enquanto a corrida de carros com par de rodas ocupava espaço no calendário de 22 a 24 de outubro no circuito de Albert Park.

Dividido entre a dor e a esperança, Little também destacou: ‘Mal posso esperar para ter a oportunidade de correr para casa novamente e será ainda mais doce quando o fizermos, porque já se passou muito tempo atrás’.

Apesar de tudo, a F1 pretende manter as 23 paradas planejadas para 2021 e valoriza lugares diferentes para preencher o espaço deixado pelas corridas na cidade australiana de Melbourne.

Nesse sentido, Stefano Domenicali, CEO da competição, afirmou que ‘temos opções pela frente para substituir o local que estava vago.

Trabalharemos nos detalhes nas próximas semanas e atualizaremos as informações assim que as discussões ocorrerem’.

A decisão caiu como um balde de água fria sobre os pilotos. ‘É uma grande decepção não poder correr na Austrália, mas entendemos o porquê’, disse o australiano Daniel Ricciardo, da equipe McLaren, nascido em Perth, aos repórteres.

As perspectivas parecem menos turvas em termos do Campeonato do Mundo de GP de Moto, visto que as autoridades já anunciaram que o Grande Prêmio do Algarve em Portimão, Portugal, vai ocupar as vagas e chegará de 5 a 7 de novembro.

A crise de saúde provocada pelo Covid-19 e as consequentes complicações de viagens e restrições logísticas foram os argumentos para declarar nula a viabilidade das competições de alta velocidade.

Desde o início da pandemia, a Austrália somou quase 31 mil casos positivos e 910 mortes, amparada por severas restrições e um processo de vacinação que já atingiu mais de seis milhões de cidadãos, embora menos de dois milhões, sete por cento da população, completados os esquemas.

mem/jdg /jcfl

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.