29 de November de 2021

NOTICIAS

Era a França e ninguém podia acreditar na Eurocopa

Era a França e ninguém podia acreditar na Eurocopa

Madrid, 29 jun (Prensa Latina) Foi a França, antes de Portugal e também a Holanda, numa Eurocopa em chamas e ainda hoje a arena está pronta para um duelo de gigantes, Alemanha contra Inglaterra.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

A realidade tem mostrado até agora que o torneio continental não tem favoritos claros. O que parecia ser a maior surpresa do torneio, a eliminação dos Países Baixos nas mãos da Chéquia, foi uma surpresa em segundo plano.

Quando, ao amanhecer de terça-feira, o rosto de Kylian Mbappé, depois de ter perdido a sua pena, contra a Suíça era o espelho da alma da equipa campeã do mundo. Les Bleus eliminados nas oitavas de final por uma Suíça combativa.

‘Jogaram muito bem, com empenho absoluto e fiel ao plano táctico do seu treinador (Vladimir Petkovic). Eles nunca desistiram e essa foi a recompensa’, disse o antigo atacante espanhol Fernando Morientes à rede de televisão local.

A seguir à Suíça 1-0 no primeiro tempo, através de Haris Seferovich, os suíços foram então presenteados com brilhantes 20 minutos no segundo tempo (dois gols de Karim Benzema e um de Paul Pogba), que parecia um placar de 3-1.

Mas Seferovich e Mario Gravanovic igualaram novamente forçando o tempo extra, o que não mudou nada. O remate de pênaltis e o palpite único do goleiro Yann Sommer, para o remate de Mbappé.

A Espanha, que começou com incertezas, começou a abrir os céus, além de ter melhorado substancialmente no seu jogo. Foi preciso tempo extra para vencer a sempre combativa Croácia por 5-3.

Os ibéricos têm agora a Suíça no horizonte, sem dúvida muito mais suportável do que a França, na próxima sexta-feira, na elegante cidade russa de São Petersburgo.

Os únicos outros concorrentes no grupo da morte são os alemães, que tiveram um recorde de altos e baixos, embora, como Gary Lineker disse uma vez, ‘o futebol é um esporte onde se joga onze contra onze e a Alemanha ganha sempre’.

Os alemães enfrentam a Inglaterra no Estádio de Wembley esta noite, num jogo que, digam o que disserem Lineker, será uma partida difícil.

Menos atraentes mas igualmente importantes, a Suécia e a Ucrânia vão encerrar as oitavas de final da UEFA EURO 2020-2021.

jha/ft/vmc/gdc

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.