27 de June de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Lutadores indianos irão aos Jogos de Tóquio por medalhas

Lutadores indianos irão aos Jogos de Tóquio por medalhas

Nova Delhi, 27 Jun (Prensa Latina) A luta indiana é feliz hoje, menos de um mês antes do início das Olimpíadas de Tóquio, com sete eliminatórias e quatro como sementes.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Os dois maiores candidatos a medalhas olímpicas do imenso país do sul da Ásia neste esporte são Bajrang Punia e Vinesh Phogat, classificados como segundo e primeiro em suas respectivas categorias masculina e feminina.

Duplamente medalha de bronze planetária e segundo em Budapeste 2018, Punia é a principal figura da luta e uma das melhores do mundo na categoria até 65 kg.

Além de suas duas estrelas principais, o grupo de gladiadores indianos destaca os promissores jovens Deepak Punia e Ravi Kumar Dahiya, de 22 e 23 anos, respectivamente.

Deepak fez uma entrada notável na arena internacional ao vencer o World Cadet Wrestling Championships 2016 em Tbilisi, Geórgia, e em 2019 ele ganhou o ouro no World Junior Wrestling Championships.

Sob o comando do duas vezes medalhista olímpico Sushil Kumar, ele competiu na Copa do Mundo de Luta Sênior em Nur Sultan, no Cazaquistão, onde chegou à final de 86 quilos.

Uma lesão na perna o deixou com a prata, incapaz de enfrentar o campeão mundial Hassan Yazdani.

Deepak, segundo lugar em sua categoria, pode enfrentar o campeão mundial de 2018, o americano David Taylor, o japonês Sosuke Takatani e o russo Artur Naifonov.

Se chegar às semifinais, pode enfrentar o San Marino Myles Amine e, se ultrapassar essa barreira, enfrentará Yazdani na final, ouro no Rio 2016 na faixa de 74 kg e considerado o melhor iraniano da história.

Ravi Dahiya, medalhista de ouro no Campeonato Asiático de Wrestling de 2021 em Almaty, Cazaquistão, também está ansioso para competir nos próximos Jogos.

Em 2015, Ravi estreou no circuito internacional como vice-campeão mundial de juniores. Em seguida, ele terminou em segundo lugar na Copa do Mundo Sub-23 em Bucareste, na Romênia.

Seu momento mais importante foi em outubro de 2019, quando conquistou o bronze da Copa do Mundo de Seniores e a cota olímpica. Além disso, ele manteve o título da Ásia em 2021 e garantiu a prata no Aberto da Polônia de 61kg, a última qualificação para Tóquio.

oda/abm/jcfl

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.