1 de December de 2021

NOTICIAS

Detectam evidência de um passado aquático em cratera de Marte

Detectam evidência de um passado aquático em cratera de Marte

Washington, 23 jun (Prensa Latina) O rover Perseverance detectou uma encosta rochosa com sedimentos que comprovam o passado aquático da cratera Jezero em Marte, da qual se colherá amostras durante sua missão, anunciou hoje a NASA.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

De acordo com informações divulgadas pela Administração Nacional de Aeronáutica e Espaço dos Estados Unidos (NASA), essa formação, batizada de Delta Scarp, tem 115 metros de largura e faz parte dos restos de um depósito de sedimentos em forma de leque, que pode resultar da confluência entre um rio e um lago antigo.

A foto final pela qual o local pôde ser detectado foi composta de cinco imagens tiradas pela câmera Remote Microscopic Imager da Perseverance em 17 de março de 2021 (o vigésimo sexto dia marciano, ou sol da missão), tiradas a 2,25 quilômetros de distância. ‘Pela primeira vez se podem ver evidências reais desses conglomerados e das camadas cruzadas que foram hipotetizadas para esses depósitos sedimentares’, disse Vivian Sun, uma das cientistas que há anos estuda a cratera de Jezero com imagens de orbitadores.

Os chamados conglomerados são cimentados em um ambiente aquático, e os estratos cruzados podem ser evidências do movimento da água registrado por ondas ou ondulações de sedimentos soltos pelos quais a água passou há muito tempo, observa o relatório da NASA.

Ele também refere que cerca de 3,8 bilhões de anos atrás, a cratera provavelmente abrigava um corpo d’água do tamanho do Lago Tahoe, junto com um rio e um delta em forma de leque formado por depósitos sedimentares daquele rio.

Sun especificou que os cientistas há muito sabem da existência de um rio torrencial na escarpa do Delta de Jezero nos tempos antigos.

Por isso, e por causa dos depósitos de sedimentos e outros materiais na escarpa, não só de dentro de Jezero, mas também de fora, deve ser um lugar incrível para procurar por sinais de vida ancestral, disse ele. A missão Perseverance espera poder explorar a região de Delta Scarp durante a segunda campanha científica do rover programada para o próximo ano.

O Perseverance está equipado com o SuperCam que pode realizar cinco tipos de análises para investigar a geologia do planeta vermelho, ajudando os cientistas a escolher quais rochas estudar em busca de sinais de vida microbiana há milhões de anos.

mem / cdg / hb

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.