28 de November de 2021

NOTICIAS

China rejeita declarações da comissária da ONU para direitos humanos

China rejeita declarações da comissária da ONU para direitos humanos

Beijing, 22 Jun (Prensa Latina) A China rejeitou segunda-feira as declarações da Alta Comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Michelle Bachelet, sobre a situação em Hong Kong e em Xinjiang, exigindo o fim da campanha de desinformação contra eles.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Zhao Lijian, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, denunciou que ações como essa buscam interferir nos assuntos internos do país.

Segundo ele, as autoridades de Pequim dão as boas-vindas a Bachelet para uma visita a Xinjiang, mas a viagem deve ser ‘amistosa, destinada a promover intercâmbios e cooperação bilateral, e não baseada em investigação criminal’.

Além de Zhao, o porta-voz da missão chinesa na ONU, Liu Yuyin, também se opôs a uma declaração da governante divulgada na véspera, durante a 47ª sessão do Conselho de Direitos Humanos.

No texto, Bachelet garantiu que acompanha a aplicação da Lei de Segurança Nacional em Hong Kong e seu ‘impacto arrepiante’ na esfera cívica e democrática.

Ela também se referiu aos seus esforços com a nação asiática para visitar Xinjiang este ano.

Em resposta, Liu defendeu o direito da China de implementar a legislação acima mencionada em Hong Kong, a fim de garantir o princípio de um país, dois sistemas.

Em relação a Xinjiang, indicou que o governo respeita os direitos de todos os grupos étnicos e descreveu como mentiras as denúncias sobre os alegados abusos.

‘Xinjiang e a China são partes inalienáveis do território chinês (…) seus assuntos são internos e não admitem interferência de forças externas’, disse ele, exigindo que Bachelet aja com objetividade e justiça.

ga/ymr/jcfl

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.