28 de January de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Cidades nos EUA realizam mobilizações contra o bloqueio a Cuba

Cidades nos EUA realizam mobilizações contra o bloqueio a Cuba

Washington, 20 jun (Prensa Latina) Mais de 15 cidades dos Estados Unidos estão hospedando iniciativas contra o bloqueio de Washington a Cuba hoje, quando faltam dias para a votação da ONU sobre uma resolução contra essa medida unilateral.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Segundo dados do projeto Puentes de Amor, uma das entidades que promovem essas ações contra as sanções unilaterais na ilha, neste domingo há caravanas em Miami, Tampa, Nova York e Washington DC.

Também ao longo do dia, eventos são esperados em Albuquerque, Novo México; Atlanta, Geórgia; Bloomington, Indiana; Chicago, Illinois; Los Angeles, San Francisco e Fresno, na Califórnia; Milwaukee, Wisconsin; New Haven, Connecticut; The Vegas, Nevada; Northampton, Massachusetts; e em Seattle, Washington.

Assim, unem-se a pessoas que de outras cidades do mundo apelam ao governo do presidente Joe Biden para suspender as medidas que sufocam o povo cubano, mesmo em meio à pandemia de Covid-19.

Essas iniciativas acontecem poucos dias antes da apresentação na Assembleia Geral da ONU, em 23 de junho, de um novo relatório que exige da comunidade internacional o fim do bloqueio à maior das Antilhas.

Nesse mesmo dia, após a votação no fórum multilateral, a Coalizão Cuba Sí Nueva York-New Jersey fará uma demonstração de solidariedade em frente à sede da missão da ilha junto às Nações Unidas, em Manhattan.

Em cifras, o bloqueio a Washington causou à nação caribenha entre abril de 2019 e dezembro de 2020 prejuízos de mais de nove bilhões de dólares, mas os danos humanos, o sofrimento e a escassez causados ​​às famílias são incalculáveis, disse o chanceler da ilha, Bruno Rodríguez.

As autoridades cubanas asseguram que este é o principal obstáculo ao desenvolvimento da nação e constitui uma violação massiva dos direitos humanos.

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, e outros funcionários da Casa Branca reiteraram que Cuba não é uma questão prioritária para seu governo e, apesar das promessas eleitorais, as 243 medidas punitivas impostas pelo ex-presidente Donald Trump permanecem intactas.

mem/avr/bj/gdc

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.