17 de August de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Insetos, secas e aves destroem a agricultura no Iraque

Insetos, secas e aves destroem a agricultura no Iraque

Bagdá, 1 Jun (Prensa Latina) Uma combinação de gafanhotos (insetos predadores voadores), seca e aves, ameaça desencadear uma fome total no Iraque, somada a uma infra-estrutura destruída por décadas de guerra e terrorismo.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Os agricultores estão lutando por suas culturas contra enxames de gafanhotos que dizimaram as culturas nos campos de Bradost, na região autônoma do Curdistão iraquiano.

‘Não plantei nada por medo de ataques de predadores que comem tudo’, disse Rasul Ahmed à Rudaw News.

Na estação atual, vários agricultores têm replantado muitas vezes, mas cada vez que perdem suas colheitas para a ação devastadora dos gafanhotos.

‘Matamos muitos gafanhotos, mas eles sempre voltam’, disse Mustafa Wisw, que reclama do preço dos inseticidas que tornarão sua produção mais cara e ainda assim não consegue sair do ciclo destrutivo.

O Ministério Curdo da Agricultura está tentando mitigar a situação com créditos para entregar pesticidas, disse Hakeem Abdulla, chefe do departamento agrícola na cidade de Soran.

Bradost é uma das áreas mais férteis da periferia de Erbil, a capital do Curdistão iraquiano, com um importante componente de exportação para todo o país e para a vizinha Síria.

Por outro lado, uma grave seca provocou uma mudança na natureza das aves que vão contra as plantações para saciar sua fome, denunciou o fazendeiro Hemin Shukir.

Shukir esquivou-se da falta de água em sua fazenda na aldeia de Yangija, ao sul da cidade de Kirkuk, ao norte, mas viu a maior parte de suas colheitas perdidas para as aves que mudaram seus hábitos alimentares.

‘Os pardais comeram a safra inteira’, disse ele à Rudaw News.

A escassez de água forçou muitos agricultores a abandonar suas plantações, enquanto a vida selvagem local está lutando para suprir suas necessidades alimentares.

‘Há uma seca este ano, que danificou grande parte de nossas terras’, disse também o fazendeiro Edris Othman.

O Ministério da Agricultura está analisando relatórios sobre a extensão dos danos à terra arável do Iraque, que não é muito abundante para um país três quartos do qual é desértico.

Como resultado de incêndios, enchentes repentinas e outros desastres, juntamente com ataques de aves e outros predadores, espera-se escassez de produtos agrícolas para a temporada, disse o chefe do Departamento de Agricultura em Kirkuk, Zuhair Ali.

Em um relatório da ONU, a ONU diz que o Iraque é o quinto país mais vulnerável aos efeitos da mudança climática, incluindo a insegurança alimentar e hídrica.

Somam-se a isto anos de conflitos armados, crises políticas e econômicas que o tornam um dos menos preparados para lidar com emergências de qualquer tipo.

mem/arc/glmv

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.