27 de June de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Proposta no Chile de restabelecer o voto obrigatório

Proposta no Chile de restabelecer o voto obrigatório

Santiago do Chile 26 Mai (Prensa Latina) A Câmara dos Deputados do Chile votará hoje uma reforma constitucional que visa restabelecer o voto obrigatório no país.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

O tema ganha interesse após a baixa participação nas megaeleições de 15 e 16 de maio, nas quais, apesar do interesse despertado pela criação da convenção que redigirá a nova constituição, pouco mais de 43 por cento da população foi às urnas.

Esteban Velázquez, deputado da oposição Federação Social Social Verde, e promotor da iniciativa, que apresentou em 2020, quando foi rejeitada por baixo quórum, considerou que o país ‘está em diferentes condições de participação cidadã e este instrumento deve operar novamente. ‘

Lembrou que o plebiscito de saída para aprovação da nova constituição, quando estiver pronta, será obrigatório, e considerou oportuno estender essa prática a outras votações.

Como disse, os cidadãos devem estar cientes de que, da mesma forma que o pagamento de impostos é obrigatório, ‘também nos parece que o voto obrigatório hoje vai trazer muito mais fortalecimento do sistema democrático’.

Disse ainda que espera que o direito desta vez adira ao que a Federação Regionalista instalou como projeto de lei, e não o vete por despacho do Executivo como da vez anterior ‘, concluiu.

Por sua vez, a deputada Andrea Parra, do centrista Partido pela Democracia, destacou que a proposta parece ter uma nova oportunidade, desde a fase das eleições.

‘Isso nos fez pensar e repensar a democracia que vivemos.’

O legislador disse à Rádio Cooperativa que ‘quando foi votado no ano passado, foram recebidos apelos de La Moneda alinhando o Chile Vamos (a coalizão do governo) para rejeitá-lo’, mas essas condições mudaram.

No entanto, o presidente da Câmara dos Deputados, Diego Paulsen, do partido de direita Renovação Nacional, expressou seu desacordo com a reforma.

O deputado defendeu que ‘não podemos obrigar os cidadãos a participar nas eleições quando não se sentem representados por ninguém’ e considerou que o desafio é que os políticos ‘possam sintonizar-se com o povo’.

mem/rc/jcfl

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.