23 de January de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Bolsonaro é denunciado no Brasil por desvio de recursos públicos

Bolsonaro é denunciado no Brasil por desvio de recursos públicos

Brasília, 24 mai (Prensa Latina) O Partido dos Trabalhadores (PT) do Brasil confirmou hoje que vai solicitar uma investigação sobre as despesas da viagem do presidente Jair Bolsonaro ao Rio de Janeiro, onde ele promoveu um ato político, com tons eleitorais.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

No site oficial da bancada do PT na Câmara dos Deputados, a organização política confirmou que quer tomar todas as medidas legais contra Bolsonaro, que também neste domingo participou, sem adotar medidas mínimas de proteção, de uma manifestação de motociclistas nas ruas do Rio de Janeiro.

Tal anúncio da representação no Tribunal de Contas da União, sem data definida, foi feito pelo líder do partido na Câmara dos Deputados, Elvino Bohn Gass.

Os deputados também enviarão o pedido de informações à Casa Civil da Presidência para detalhar todas as despesas.

Nesse sentido, relacionam o custo da viagem do presidente e de seus assistentes no avião presidencial e de helicóptero, o total de verbas, o número de pessoas envolvidas na operação e outros desembolsos feitos para sua transferência para o Rio.

‘Enquanto o Brasil registra quase meio milhão de mortes de Covid-19, por conta de uma política irresponsável e genocida de Bolsonaro, que desprezava a vacinação da população, o ex-capitão vai ao Rio comemorar com o dinheiro dos contribuintes?’ Questionou Bohn Gass.

Lembrou que, ’em vez de acelerar a moto, como fez no Rio, deveria ter pisado no acelerador e comprado vacinas contra a Covid-19 para o povo brasileiro’.

O líder do partido também questionou o possível desperdício da Polícia Militar do Rio, que usou centenas de agentes para dar segurança ao governador ’em um evento político financiado pelos contribuintes’.

Bohn Gass esclareceu que o direito de manifestação é garantido pela Constituição, ‘mas não o uso de dinheiro público para realizar um comício político, muito menos fora da época de campanha eleitoral’.

Pior, comentou, o presidente, que deveria ser um exemplo para o país, ‘participou novamente de uma atividade pública sem máscara, numa atitude irresponsável que demonstra seu desprezo pela vida e falta de respeito por todas as normas de prevenção da Covid-19’.

O ex-capitão do Exército convocado por meio das redes sociais e aglomeração de apoiadores viajou de moto até o Rio, com o suposto aumento do risco de disseminação do coronavírus SARS-CoV-2, causador do Covid-19.

Durante o evento, Bolsonaro abraçou os apoiadores e promoveu o comício ao lado do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello, que também estava sem máscara. mgt/oc/bm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.