25 de January de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

José Martí e sua luta contra a anexação de Cuba

José Martí e sua luta contra a anexação de Cuba

Havana, (Prensa Latina) A carta inacabada de José Martí a seu amigo Manuel Mercado, considerada o testamento político do Herói Nacional de Cuba, confirma sua vontade de lutar contra a anexação aos Estados Unidos e pela unidade da América Latina.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

O documento – elaborado em 18 mai de 1895, um dia antes de sua morte – proclama objetivos e princípios da luta pela libertação da maior das Antilhas, reiniciada em fevereiro daquele ano com Martí à frente.

Além disso, inclui a vontade do Apóstolo de dar sua vida pela libertação da nação caribenha e seu compromisso anticolonialista em face da expansão norte-americana na região.

‘A cada dia corro o risco de dar a vida por meu país e por meu dever de impedir a tempo que os Estados Unidos se espalhem pelas Antilhas e caiam com aquela força ainda mais em nossas terras na América’, diz Martí.

Com este objetivo, o Herói Nacional rejeita a corrente anexacionista da sociedade cubana e o perigo que representava no contexto da luta pela independência da ilha.

«A guerra em Cuba, realidade superior aos desejos vagos e dispersos dos anexacionistas cubanos e espanhóis, aos quais só a sua aliança com o governo da Espanha daria relativo poder, chegou a seu tempo na América, para evitar, mesmo contra o emprego franco de todas essas forças, a anexação de Cuba aos Estados Unidos ‘.

Isto, acrescenta, ‘nunca o aceitarão de um país em guerra, nem o poderão contrair, pois a guerra não aceitará a anexação, o compromisso odioso e absurdo de derrubar uma guerra de independência americana por conta própria e com os seus armas. ‘

Segundo o pesquisador Víctor Pérez-Galdós, o documento reafirma a forma de atuação de Martí para alcançar os objetivos propostos com a guerra pela independência de Cuba, retomada após anos de esforço. O texto, reconhece o especialista, constitui um de seus documentos mais transcendentais, expressão dos objetivos e características da luta travada por Martí.

Da mesma forma, ratifica o que a libertação de Cuba ‘poderia e deveria significar para fortalecer a de outros povos da América Latina e do Caribe e, essencialmente, para limitar os anseios expansionistas dos Estados Unidos da América’, acrescenta em seu artigo Transcendência histórica da conteúdo da carta inacabada de José Martí a Manuel Mercado.

jha / ebr/glmv

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.