7 de December de 2021

NOTICIAS

Cuba reafirma solidariedade com Palestina diante agressão israelense

Cuba reafirma solidariedade com Palestina diante agressão israelense

Havana, 16 mai (Prensa Latina) Cuba reafirma hoje sua solidariedade ao povo palestino, vítima dos novos atentados do governo israelense, que provocam um elevado número de mortos e feridos entre civis.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

No dia anterior, o Ministério das Relações Exteriores da nação caribenha (Minrex) emitiu um comunicado rejeitando o ataque à mesquita Al Aqsa na Jerusalém ocupada, bem como os bombardeios na Faixa de Gaza.

Tais ações constituem outra violação grave e flagrante da Carta das Nações Unidas, do direito internacional e do direito internacional humanitário, afirma o texto.

O documento também aponta que Israel age impunemente devido à cumplicidade dos Estados Unidos, país que impede a ação do Conselho de Segurança das Nações Unidas.

‘Cuba faz um enérgico apelo à comunidade internacional, a todos os Estados, às Nações Unidas, em particular ao seu Conselho de Segurança, para exigir a cessação imediata da agressão israelense’, enfatiza o comunicado.

O chanceler cubano, Bruno Rodríguez, condenou neste sábado por meio de sua conta no Twitter a destruição da sede da mídia internacional no território palestino de Gaza, pelo exército israelense.

Enquanto isso, o Movimento Cubano pela Paz e pela Soberania dos Povos ratificou seu apoio ao povo árabe e exigiu o fim dos bombardeios e agressões, que custaram a vida de quase 140 pessoas, incluindo muitas crianças, segundo relatos do jornal palestino Ministério da Saúde.

A Comissão de Relações Internacionais do Parlamento da ilha caribenha apelou na sexta-feira a todos os parlamentares, bem como à comunidade internacional em geral, a agir com urgência e decisão para obrigar o Estado de Israel a pôr fim ao massacre.

Por sua vez, o presidente cubano Miguel Díaz-Canel disse que ‘a barbárie sionista e o manto de impunidade que os Estados Unidos estendem sobre esses crimes com seu apoio ao regime israelense é um insulto ao mundo.

Assim, Cuba ratifica seu apoio irrestrito a uma solução abrangente, justa e duradoura para o conflito israelo-palestino, baseada na criação de dois Estados, para que o povo palestino possa exercer seu direito à autodeterminação.

O embaixador da nação árabe em Havana, Akram Samhan, reconheceu isso no sábado e agradeceu os gestos de solidariedade, ao denunciar os ataques israelenses em Gaza como uma violação do direito internacional.

jcm / kmg/bm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.