6 de December de 2021

NOTICIAS

Perdas salariais, pobreza e um apelo à greve geral no Uruguai

Perdas salariais, pobreza e um apelo à greve geral no Uruguai

Montevidéu, 15 mai (Prensa Latina) Um chamado do sindicato uruguaio Pit-Cnt para uma greve geral contra a fome e a desigualdade resumiu hoje uma semana de reclamações sobre perda de salários, aumento da pobreza e abuso dos trabalhadores positivos para Covid-19.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

O sindicato convocou para 17 de junho e, segundo o secretário geral Marcelo Abdala, a ação de 24 horas também será ‘pelo trabalho e salários, defesa da vida’.

Ele disse que ‘o governo não conseguiu blindar abril e, em maio, a pandemia de Covid-19 apresentou números muito altos, enquanto os trabalhadores vêm com um grau elevado de desemprego e, no setor informal, há múltiplos problemas’.

A Confederação de Organizações de Funcionários Públicos (COFE) do Uruguai denunciou que o governo cortou os salários em 192 milhões de dólares, o que implicou uma perda significativa do poder aquisitivo.

Argumentou que gerou uma queda sustentada nos salários reais e uma ‘redução no consumo doméstico e, especialmente, na demanda de pequenas e médias empresas, especialmente as da vizinhança, tais como lojas e quiosques, entre outras’.

O Observatório dos Direitos da Infância e Adolescência do Uruguai revelou que 35.345 menores viverão abaixo da linha de pobreza durante 2020 com o novo governo de direita.

A entidade destacou em um relatório que, comparado a 2019, o aumento da pobreza passou de 8,8% para 16%, com um total estimado em 408 mil pessoas com perdas drásticas de poder aquisitivo.

A comunicadora da união do Ministério do Desenvolvimento Social do Uruguai (Mides), Victoria Licandro, lamentou que um ano depois do novo governo se tenha verificado um desarmamento das políticas de alcance popular e programas bem sucedidos da Frente Ampla, juntamente com demissões de pessoal.

Seus critérios seguiram uma mudança no chefe da pasta, de Pablo Bartol para o deputado Martin Lema, membro do grupo de figuras do Partido Nacional no poder mais próximo do presidente da nação Luis Lacalle Pou.

Durante a semana, o ex-presidente José Mujica juntou-se à campanha para recolher assinaturas para um referendo revogatório sobre 135 artigos da Lei de Considerações Urgentes em um vídeo que já recebeu 445.000 das 675.000 assinaturas necessárias antes de 9 de julho para o Tribunal Eleitoral convocar o referendo.

Legisladores da Frente Ampla do Uruguai pediram a retirada de Omar Estévez, congressista do Partido Colorado, que enviou oito trabalhadores positivos da Covid-19 para colher frutas cítricas de sua plantação.

Como resultado, ele foi convocado para testemunhar pelo Ministério da Saúde Pública e pela Comissão de Ética de seu partido político, enquanto o Ministério do Trabalho ordenou uma investigação das condições de trabalho na área da citricultura.

ga/hr/vmc/gdc

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.