3 de December de 2021

NOTICIAS

Sonda chinesa perto de tocar o solo de Marte

Sonda chinesa perto de tocar o solo de Marte

Pequim 14 Mai (Prensa Latina) A sonda chinesa Tianwen-1 descerá à superfície de Marte entre 15 e 19 de maio para estudar sua atmosfera, meio ambiente e características geológicas, confirmou hoje a Administração Espacial Nacional.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

A manobra acontecerá três meses após o dispositivo entrar na órbita do planeta vermelho e 10 meses após a saída do cosmos.

Conforme planejado, o desembarque deve ser na parte sul da planície conhecida como Utopia Planitia, onde os cientistas esperam encontrar evidências da presença de água abaixo da superfície.

Se bem sucedida, a China se tornaria o terceiro país a chegar lá, depois da Rússia e dos Estados Unidos.

Tianwen-1 é a primeira missão da nação asiática a Marte e viajou ao espaço em julho passado no meio de uma corrida que também envolveu os Emirados Árabes Unidos e os Estados Unidos para descobrir mais mistérios do planeta vermelho.

Tem um orbitador que oferecerá serviços de comunicação, um rover e 13 cargas explosivas.

A China pretende com esta aventura detectar sinais de vida e determinar se é possível transformar Marte de alguma forma para abrigar vida humana no futuro.

Além disso, está se preparando para explorar outras estrelas habitáveis fora do sistema solar, como parte de seus projetos previstos na etapa 2030-2045.

mem/ymr/jcfl

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.