7 de December de 2021

NOTICIAS

Preços sobem na Espanha em abril

Preços sobem na Espanha em abril

Madri 14 Mai (Prensa Latina) O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) da Espanha registrou uma taxa homóloga de 2,2 por cento em abril, confirmou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

De acordo com os dados definitivos divulgados nesta sexta-feira pela agência estatal, esse comportamento da inflação foi influenciado pela alta dos preços da energia elétrica e dos combustíveis, em contraste com as quedas sofridas em abril do ano passado.

Com este aumento anual de quase um ponto em comparação com março (1,3 por cento), a inflação apresenta a sua quarta taxa positiva consecutiva e sobe para níveis desconhecidos há mais de dois anos.

Na verdade, essa taxa elevada não era atingida desde outubro de 2018, quando era de 2,3 por cento, lembrou o INE em comunicado.

O IPC manteve-se em terreno negativo entre abril e dezembro de 2020, tendência principalmente ligada ao confinamento decretado entre março e junho e as subsequentes restrições ao combate à pandemia do Covid-19, que atingiu fortemente a Espanha.

Com os dados de abril, este indicador marca uma forte mudança de tendência após as quedas do ano anterior, que foram seguidas por um pequeno aumento em janeiro de 2021 (0,5 por cento e estabilidade em fevereiro (taxa zero por cento).

Em uma base mensal (abril sobre março), a inflação disparou 1,2 por cento, sua maior recuperação em nove anos, acrescentou o escritório de estatísticas.

Por seu turno, o índice harmonizado de preços ao consumidor – que mede a evolução dos preços pelo mesmo método em todos os países da zona euro – situou-se em 2,0 por cento interanual, oito décimos acima da taxa do mês anterior.

O núcleo da inflação – que não inclui os preços de componentes mais voláteis, como alimentos crus e energia – caiu três décimos para permanecer inalterado em zero.

O objetivo do Banco Central Europeu é manter a inflação na Zona do Euro como um todo ligeiramente abaixo de 2,0 por cento, nível considerado ótimo pelo emissor para favorecer o investimento e o emprego.

oda/edu/jcfl

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.