28 de January de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Uruguaios exigem acesso aos arquivos militares da ditadura

Uruguaios exigem acesso aos arquivos militares da ditadura

Montevidéu, 11 mai (Prensa Latina) A Associação de Mães e Parentes de Presos e Desaparecidos durante a ditadura no Uruguai exigiu hoje acesso aos arquivos militares recentemente encontrados com informações sobre atividades repressivas entre 1972 e 1974.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

O Ministério da Defesa Nacional relatou a descoberta durante o fim de semana em um complexo do grupo de artilharia número cinco em Montevidéu, que funcionou como um centro de detenção para prisioneiros políticos, onde cerca de 100 pessoas foram presas.

De acordo com o jornal pró-governo El País, as informações posteriores ao golpe de 1973 estão contidas em cinco livros e duas pastas e incluem ordens e investigações de indivíduos, o Serviço de Informação e Defesa (SID) e o Organismo Coordenador de Operações Anti-Subversivas (OCOA).

Os documentos, previamente digitalizados, serão entregues hoje pelo Presidente do País Luis Lacalle Pou e pelo Ministro da Defesa, Javier García, ao Procurador da Corte, Jorge Díaz, e à Instituição Nacional de Direitos Humanos, ambos autorizados a investigar este período.

Ambos poderão julgar a relevância dos escritos encontrados a fim de vincular nomes, operações ou investigações e proceder como julgarem conveniente.

Para Elena Zaffaroni, membro do grupo de familiares das vítimas da ditadura, os documentos encontrados confirmam a afirmação feita desde o retorno à democracia em 1985 de que ‘a informação está lá’ e, em muitos casos, continua a ser divulgada em todos os quartéis que operaram durante a ditadura.

Ele argumentou que as Forças Armadas têm que fazer uma reviravolta e exigir que as unidades militares aumentem tudo o que lhes permita chegar ao fundo do passado recente e cumprir com a justiça.

A recente descoberta foi revelada 11 dias antes de 20 de maio, data em que a Marcha do Silêncio é normalmente realizada para exigir a verdade sobre o paradeiro dos desaparecidos e o que aconteceu durante a ditadura, e que este ano será virtual devido à pandemia de Covid-19.

jha/hr/vmc

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.