1 de December de 2021

NOTICIAS

Chefe da ONU enfatiza a importância dos serviços de saúde mental

Chefe da ONU enfatiza a importância dos serviços de saúde mental

Nações Unidas, 11 mai (Prensa Latina) A saúde mental tem sido negligenciada por muito tempo e hoje há uma necessidade urgente de mais investimentos nestes serviços, bem como de combater o estigma da busca de ajuda, disse o Secretário Geral da ONU, António Guterres.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Por meio de sua conta oficial no Twitter, Guterres lembrou que maio é o Mês da Saúde Mental, a fim de aumentar a conscientização sobre o assunto.

No início deste ano, um relatório da ONU destacou que este aspecto também deveria ser uma prioridade na resposta à pandemia de Covid-19.

A crise sanitária está afetando a saúde mental das famílias e comunidades, após décadas de negligência e subinvestimento em serviços de saúde mental, disse o relatório.

Mesmo desde o início da pandemia em 2020, Guterres tem chamado a atenção para os efeitos psicológicos desta situação, especialmente entre os trabalhadores de saúde da linha de frente que lidam com uma sobrecarga de trabalho.

Luto pela perda de entes queridos, estresse mental por isolamento, restrições de movimento e problemas de emprego, dinâmica familiar difícil, incertezas e medo do futuro são alguns dos problemas descritos.

Estas questões são abordadas no Resumo de Políticas: Covid-19 e a Necessidade de Ação em Saúde Mental.

O relatório também adverte sobre a carga psicológica enfrentada por pessoas mais velhas, adolescentes e jovens, aqueles com condições de saúde mental preexistentes e aqueles apanhados em conflitos e crises.

De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde, pessoas com sérias condições de saúde mental morrem prematuramente, até duas décadas antes, devido a condições físicas evitáveis.

Apesar do progresso em alguns países, diz a agência da ONU, as pessoas com problemas de saúde mental frequentemente sofrem graves violações dos direitos humanos, discriminação e estigma.

jha/ifb/vmc

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.