5 de July de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Agência reguladora brasileira testemunhará na CPI sobre a Covid-19

Agência reguladora brasileira testemunhará na CPI sobre a Covid-19

Brasília, 11 mai (Prensa Latina) O presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) do Brasil, Antonio Barra, testemunhará hoje na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que avalia as ações e omissões do governo na luta contra o Covid-19.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Citando senadores, o portal de notícias R7 assegura que os principais tópicos na apresentação da Barra serão o uso de emergência negado da vacina russa Sputnik V, hidroxicloroquina, medidas de barreira sanitária e a aglomeração com as autoridades.

No dia anterior, o ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal, ordenou à Anvisa que explicasse em 48 horas o que está faltando para a importação da vacina Sputnik V.

O órgão regulador rejeitou na semana passada um pedido dos governos estaduais para importar o imunizador, alegando falta de informações suficientes para garantir a segurança, qualidade e eficácia do medicamento.

Espera-se que a diretoria questione as razões da rejeição do pedido e explique os pontos controversos, uma vez que a vacina, produzida pelo Instituto Gamaleya, é utilizada em mais de 60 países.

Os senadores também deveriam questionar Barra sobre se houve pressão ou interferência do governo federal na análise de vacinas e medicamentos contra a Covid-19, tais como a hidroxicloroquina.

A este respeito, poderia ser feita alusão à declaração emitida pelo ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta, de que havia uma sugestão de que a administração de Jair Bolsonaro emitisse um decreto para alterar a bula de cloroquina, para que a droga fosse recomendada para o tratamento do patógeno.

Segundo Mandetta, o pedido foi negado pela Barra e, em caso afirmativo, o assunto deve voltar à frente nesta terça-feira, com perguntas relacionadas à ineficácia da droga e se houve pressão para introduzi-la.

De acordo com o R7, o presidente da Anvisa também deve responder a perguntas relacionadas às barreiras sanitárias.

Em março passado, apenas oito países no mundo tinham ligeiras restrições para a entrada de brasileiros em seus territórios. Ao mesmo tempo, o gigante sul-americano continuou a manter suas portas abertas.

Por outro lado, os senadores questionarão a participação da Barra em um protesto em março de 2020, quando a Organização Mundial da Saúde já havia declarado uma situação pandêmica para o Covid-19.

A CPI foi criada para investigar o desempenho do Poder Executivo na pandemia e supervisionar a aplicação de recursos federais por estados e municípios.

Até o momento, o Brasil acumulou 423.229 mortes e 15.209.990 pessoas infectadas pelo coronavírus SARS-CoV-2, que causa a Covid-19.

jha/ocs/vmc

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.