2 de July de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Presidente sérvio rechaça tentativas de reescrita da História

Presidente sérvio rechaça tentativas de reescrita da História

Belgrado, 10 mai (Prensa Latina) O presidente sérvio Aleksandar Vucic pediu para evitar que as mentiras triunfassem sobre a verdade nas tentativas contemporâneas de mudar o curso da história durante as comemorações do Dia da Vitória.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Durante uma noite solene na noite passada para comemorar o 76ú aniversário da derrota do nazi-fascismo, ele observou que a tarefa de hoje é revelar a verdade, falar abertamente e não permitir que esse triunfo tão caro em vidas para seu país e a humanidade seja deturpado.

Todos no mundo de hoje querem expressar que lembram as vítimas e o horror da Segunda Guerra Mundial, mas uma grande parte deles tenta de muitas maneiras e a qualquer custo mudar o curso da história para transformar as vítimas em carrascos e vice-versa, denunciou ele.

Não pode ser uma coincidência, disse ele, que o papel desempenhado pelo Exército Vermelho seja subestimado e que o fato de os russos terem sido a maioria a dar suas vidas pela vitória sobre o fascismo seja escamoteado.

Nem é estranho, observou ele, que na região dos Bálcãs Ocidentais haja uma reescrita diária dos fatos e tentativas de mudar completamente a história.

‘Falarei com orgulho sobre a luta antifascista, mas também sobre o papel do povo que contribuiu de forma incomparável para a vitória sobre as atrocidades de Mussolini, Hitler e Pavelic, e este é o povo sérvio’, disse o presidente.

Ele enfatizou que seus concidadãos nunca deveriam, nem querem, esquecer o que aconteceu, pois seria negar a existência de seus mortos, ele observou que este povo disse ‘Não!’ ao fascismo muito claramente nos anos 40 do século passado e nenhum outro no espaço da antiga Iugoslávia o fez de forma tão clara e decisiva.

Dizer agora que não foi assim, equivale a dizer que somos inúteis e supérfluos e a Sérvia nunca se prestará a isso, não há direito a isso, pois esquecer o que foi perpetrado pelo fascismo permitiria seu ressurgimento da forma mais grotesca, previu ele.

Ele acrescentou que seu país não aceitará humilhações na região, especialmente daqueles que receberam os exércitos de Hitler com flores.

Vucic se felicitou por liderar a geração que defende a paz, mas não se curvará e não tolerará insultos a suas vítimas em Jasenovac, Glina e outros lugares e prestou homenagem de parabéns a todos aqueles que deram sua contribuição para a luta contra o fascismo.

Também falaram na cerimônia o presidente da presidência coletiva da Bósnia e Herzegovina, Milorad Dodik, e o Major-General (r) Vidosav Kovacevic, chefe da União das Associações de Combatentes das Guerras de Libertação Nacional (Subnor) da Sérvia. mem/rmh/vmc

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.