29 de November de 2021

NOTICIAS

Rússia foca importância de proteger a memória de falsas representaçõe

Rússia foca importância de proteger a memória de falsas representaçõe

Moscou, 9 de mai (Prensa Latina) O presidente russo, Vladimir Putin, exortou hoje a proteger a memória nacional contra as tentativas de distorcer a história da Grande Guerra Patriótica, em seu discurso durante a cerimônia do Dia da Vitória.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Antes do início da parada militar, na Praça Vermelha de Moscou, o presidente alertou sobre ‘tentativas de reescrever a história, para justificar traidores e criminosos, em cujas mãos está o sangue de centenas de milhares de pacíficos’, disse ele.

Ele alertou que muito da ideologia dos nazistas está sendo tentada a ser colocada em prática novamente, ‘aqueles que estavam obcecados com a teoria delirante de sua exclusividade’.

Putin destacou que 22 de junho marca o 80ú aniversário do início da Grande Guerra Patriótica (1941-1945), data que ele descreveu como uma das mais trágicas da história da Rússia.

‘O inimigo atacou nosso país, ele veio a nossa terra para matar, semear morte e dor, horror e sofrimento indizível. Ele não queria apenas derrubar o sistema político, o sistema soviético, mas nos destruir como um estado, como uma nação, para apagar nossos povos da face da terra ‘, disse ele.

Ele lembrou que, diante dessa agressão, o povo soviético defendeu sua pátria e libertou os países da Europa do nazismo.

‘A guerra trouxe tantas evidências, dor e lágrimas insuportáveis que é impossível esquecê-la. E não há perdão ou desculpa para aqueles que repensam planos agressivos’, enfatizou Putin.

O presidente destacou que o povo russo é o herdeiro do heroísmo e da vitória sobre o nazismo alemão na Grande Guerra Patriótica e que essa memória deve ser preservada.

No início do ato, o chefe de estado parabenizou o país pela vitória sobre o fascismo, fato que descreveu como colossal e de grande significado histórico para destinos de todo o mundo.

‘É uma festa sagrada para a Rússia e para o mundo inteiro; é uma festa que é nossa por direito de parentesco com aqueles que subjugaram o nazismo; é nossa por sermos herdeiros da geração dos vencedores, que veneramos e dos quais estamos orgulhosos ‘, disse ele.

Putin expressou seu respeito pelos veteranos e agradeceu-lhes pelo exemplo de lealdade ao país, ‘e por mostrar que só juntos é que se consegue algo que parecia impossível: derrotar um inimigo implacável, proteger suas casas, seus filhos, sua pátria ‘.

oda / mml / fav

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.