30 de November de 2021

NOTICIAS

Mudanças no Chade

Mudanças no Chade

Havana 9 Mai (Prensa Latina) Após a morte em abril do presidente, Marechal Idriss Deby Itno, a direção política no Chade agiu rapidamente: agora uma junta militar está moldando o estado, pronta para a transição, enquanto enfrenta um conflito bélico.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

A rapidez com que os assuntos são tratados no país da região africana do Sahel mostra a centralização na gestão do poder, uma vez que todas as atribuições estão concentradas no sucessor Mahatma Idriss Deby, bem como nos generais agrupados no Conselho Militar de Transição (CMT), que lida com as principais decisões.

Depois de dissolver o gabinete, anular a Constituição e eliminar o Legislativo, a construção do Governo avança e persiste a ideia de realizar eleições, enquanto observadores apontam semelhanças desse processo com o do Mali, também chefiado pelos militares.

Mesmo sem emitir sinais que caracterizem plenamente o modelo chadiano, o que é concreto hoje é que sua dinâmica inclui um objetivo: alcançar a estabilidade interna ameaçada pela Frente de Alternância e Concórdia no Chade (FACT), sediada na vizinha Líbia., Com a qual o autoridade se recusa a ser íntima.

O Exército e o FACT lutam desde meados de abril na região do deserto de Kanem, no oeste do país, ao longo da fronteira com o Níger e a meio caminho entre o Lago Chade e a zona norte de Tibesti, um cenário frequente de ataques de grupos extremistas, situação que se reforçou nos últimos tempos.

O que se passa no Chade pode também mostrar a capacidade operacional da União Africana para canalizar os conflitos para soluções viáveis e com base na cooperação internacional, missão da organização que avalia os passos previstos na agenda de transformação do Estado.

Em qualquer caso, o continente continua atento aos desenvolvimentos políticos. O caso de N’Djamena não é exceção, e sua gestão adequada e inteligente pode banhar com sabedoria todo o Sahel, sobrecarregado com problemas socioeconômicos e onde abundam as ameaças de caos e violência.

(Retirado do Orb)

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.