30 de June de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Socialistas venezuelanos condenam a repressão na Colômbia

Socialistas venezuelanos condenam a repressão na Colômbia

Caracas, 6 mai (Prensa Latina) O Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV) condenou hoje a repressão desencadeada pelo governo colombiano e os acusou de violar os direitos daqueles que protestam pacificamente contra as medidas antipopulares e neoliberais.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Em uma declaração oficial a organização também expressou solidariedade com o povo irmão da Colômbia, com o sangue daqueles que só levantam a voz, mas recebem a disparo de espingardas.

O PSUV advertiu que tudo o que acontece nesta nação vizinha é da responsabilidade, ‘do narco-governo de Iván Duque e seu líder mentor Álvaro Uribe, que deu a ordem ao exército e à polícia para massacrar o povo’.

Lamentaram a cumplicidade do Grupo Lima, da União Europeia, da Organização dos Estados Americanos (OEA) e de seu Secretário Geral, Luis Almagro, que eles descrevem como um fantoche do imperialismo norte-americano, ‘sujeito nefasto que apenas dedica seu tempo a gerar interferências, ações arbitrárias e ilegais contra a soberania da pátria e do povo da Venezuela’.

Os socialistas venezuelanos exortaram as Nações Unidas a deter a barbárie e o massacre na Colômbia, pois, caso contrário, o documento afirma, eles estariam se juntando àqueles que são cúmplices no que está acontecendo lá.

Salientaram que o uso de armas faz parte da agenda genocida de agressões sistemáticas implementadas contra o povo colombiano sob a proteção do governo dos Estados Unidos.

‘Que o imperialismo e aqueles que permanecem em silêncio sobre o que está acontecendo saibam que nas ruas de nossa nação irmã há um povo unido que se tornou um muro intransitável de moralidade e dignidade comprometido com o respeito à sua soberania, integridade e direitos (…)’, disse o comunicado.

As mobilizações na Colômbia começaram há nove dias, mas o que inicialmente era uma exigência pacífica na rejeição da reforma fiscal proposta pelo governo Duque, tornou-se o detonador da situação social e política do país.

jcm/ycv/bm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.