6 de July de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Eleições antecipadas na Bulgária devido a uma crise governamental

Eleições antecipadas na Bulgária devido a uma crise governamental

Sofia 5 Mai (Prensa Latina) Depois de três tentativas fracassadas de formar um governo na Bulgária, o presidente Rumen Radev anunciou hoje as eleições antecipadas para 11 de julho e pediu calma nos próximos meses.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Os 240 parlamentares que tomaram posse em 15 de abril constituíram uma legislatura altamente fragmentada que, após vários dias de consultas, não chegou a um acordo sobre a instituição do novo executivo.

No meio desta situação ingovernável, Radev falou da dissolução da Assembleia Nacional (Parlamento) e da realização de eleições antecipadas, segundo a imprensa nacional.

Além disso, o presidente acrescentou que isso é previsível ‘não só em uma crise política, mas também constitucional’.

Desde meados de 2020, o primeiro-ministro búlgaro demitido, Boiko Borisov, tem sido objeto de fortes protestos para exigir sua renúncia e dos quais emergiram três das seis formações políticas que agora compõem a legislatura.

Ainda que minoritários, os novos partidos rejeitam um pacto com as forças tradicionais, que estiveram na vanguarda da política do país na última década, sobre o qual pesam hoje as acusações de corrupção, segundo analistas.

O partido conservador Cidadãos pelo Desenvolvimento Europeu da Bulgária (GERB), do qual Borisov é membro; o social-democrata e o Movimento dos Direitos e Liberdades enfrentam o impulso das novas alianças.

Diante de tal cenário, Radev garantiu que o país precisa de uma ‘alternativa’ e pediu a todas as forças políticas que reconsiderassem seu comportamento.

Borisov anunciou em abril sua renúncia ao cargo, após 10 anos no poder, e que sua força política iria propor o ex-ministro das Relações Exteriores Daniel Mitov como candidato, após formar um Parlamento no qual o GERB conquistou cerca de 26 por cento dos assentos.

Os sociais-democratas, terceira força mais votada nas últimas eleições, devolveram hoje a ordem de constituição de um Executivo, mas antes o fizeram o GERB e o partido Exist Such People.

Enquanto isso, o país mais pobre da União Europeia (UE) está atolado em uma crise de saúde causada pelo Covid-19.

A Bulgária, o país do bloco regional com a implementação mais lenta do programa de vacinação, apresenta uma das maiores taxas de mortalidade pela doença na UE.

O presidente Rumen Radev, contrário às políticas de Borisov, alertou que os próximos meses serão muito tensos e pediu uma atuação responsável para evitar o caos, segundo a imprensa nacional.

mem/to/ehl/jcfl

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.