19 de May de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Legisladores britânicos se opõem às férias no exterior

Legisladores britânicos se opõem às férias no exterior

Londres, 3 mai (Prensa Latina) Os legisladores de diferentes partidos políticos do Reino Unido exortaram hoje o governo a desencorajar as viagens de férias ao exterior para impedir a entrada de novas variantes do Covid-19 e de uma terceira onda da doença.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Sob as atuais restrições pandêmicas, os britânicos não podem deixar o país a não ser por trabalho ou outras razões devidamente justificadas, mas a proibição poderia ser levantada em 17 de maio como parte de um roteiro elaborado pelas autoridades para retornar à normalidade.

Segundo o governo, a eventual decisão levará em conta critérios científicos baseados no sucesso do programa de vacinação Covid-19, na redução de mortes e internações hospitalares e na diminuição do nível de contágio e do perigo de variantes do vírus corona do SARS-CoV-2.

No relatório publicado na segunda-feira, o Grupo Parlamentar de Todos os Partidos sobre Coronavírus (APPG), no entanto, acredita que as pessoas devem ser encorajadas a não deixar o país durante o período de férias.

Esta recomendação deve ser implementada imediatamente e revista a cada trimestre, acrescentaram os legisladores, argumentando que mesmo com restrições em vigor, os aeroportos estão tendo problemas para detectar a entrada do vírus e suas novas cepas.

O governo acredita que o anunciado sistema de ‘semáforo’, que atribuirá uma cor – vermelho, amarelo ou verde – a cada país, dependendo do nível de prevalência da Covid-19, será suficiente para evitar que os viajantes que retornem ao Reino Unido contribuam para a propagação da pandemia.

Embora as autoridades ainda não tenham anunciado a lista e a cor de cada país, já foi relatado que aqueles que retornam de destinos classificados como ‘vermelho’ ou ‘amarelo’ serão obrigados a observar a quarentena e se submeterão a testes regulares de Covid-19. Com mais de 15 milhões de pessoas já vacinadas com as duas doses recomendadas, e 34,5 milhões com a primeira vacina, o Reino Unido planeja que até o final de julho próximo toda a população adulta do país – estimada em 53 milhões – terá tido a oportunidade de ser imunizada contra a doença.

Além dos legisladores da APPG, vários cientistas acreditam que a reabertura das viagens internacionais e o completo levantamento das medidas de distanciamento social, que o governo também espera anunciar até meados de junho, poderia desencadear uma terceira onda de Covid-19.

Até agora, o Reino Unido acumulou mais de 4,42 milhões de contaminados e 127.538 mortes devido à pandemia, após os 1.671 novos casos positivos e 14 mortes relatadas no dia anterior.

mem/nm/vmc

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.