3 de December de 2021

NOTICIAS

Equador comemora feriado em meio a estado de exceção

Equador comemora feriado em meio a estado de exceção

Quito, 30 abr (Prensa Latina) O Equador comemora hoje um feriado para o Dia Internacional do Trabalhador, sob um estado de emergência em 16 das 24 províncias, para deter o avanço da Covid-19.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

De acordo com as leis, o feriado não pode ser suspenso por ocasião do evento que é comemorado a cada 1ú de maio, mas é obrigatório respeitar o toque de recolher estabelecido durante os fins de semana a partir das 20:00 de hoje à noite até as 05:00 de segunda-feira.

A disposição se aplica de 23 de abril a 20 de maio em Azuay, Imbabura, Loja, Manabí, Santo Domingo de los Tsachilas, Guayas, Pichincha, Los Rios, Esmeraldas, Santa Elena, Tungurahua, Carchi, Cotopaxi, Zamora Chinchipe, El Oro e Sucumbios.

De acordo com as autoridades, a restrição ajudará a reduzir a alta incidência de infecções Covid-19 nesses territórios, enquanto alivia a situação dentro dos hospitais, cujos serviços de tratamento de pacientes com a doença estão superlotados.

Como parte do plano atual, centros comerciais, restaurantes e parques serão abertos hoje à população, enquanto haverá circulação livre de veículos, mas o confinamento será mantido a partir das 20:00 até segunda-feira. Os dados fornecidos pelo Comitê de Operações de Emergência indicaram que a medida aplicada no último fim de semana já produziu resultados positivos no nível epidemiológico, bem como no cumprimento da regra de proibição de eventos sociais e multidões, que diminuiu.

Até o dia anterior, o país acumulou 380.689 casos confirmados com teste PCR e as mortes no contexto da emergência sanitária chegaram a 18.552.

oda/scm/bm/gdc

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.